Luiz Fernando Gomes e Guilherme Gomes Pinto deixam o Lance

Luiz passa a consultor da empresa e Guilherme assume a Redação do Diário de S.Paulo Deixaram o Lance na semana passada o editor-chefe Luiz Fernando Gomes e Guilherme Gomes Pinto, que até recentemente exercia a função de editor executivo e vinha atuando como colunista. Luiz passa a consultor da empresa e Guilherme assumiu nessa segunda-feira (19/9) a Diretoria de Redação do Diário de S.Paulo. No Lance, o diretor Walter de Mattos Jr. exerce temporariamente as atividades que eram de Luiz, com a colaboração do editor executivo Daniel Bortoletto.

Luiz, que estava há 11 anos no Lance e vinha negociando a saída há alguns meses, comunicou sua decisão às redações do Rio e de São Paulo por videoconferência. Segundo relatou a este J&Cia, “expliquei que estava encerrando um ciclo, que eu havia estabelecido que a Olimpíada do Rio seria o marco da minha trajetória no Lance. Listei as tantas coisas que fizemos aqui, algumas que deram certo, outras menos. Destaco duas em especial: a primeira redação multimídia do Brasil, que apresentei em vários congressos e encontros de jornalistas no Brasil e em outros países, quando nem se falava em redação multimídia por aqui, e que aos 56 anos a gente precisa se reinventar; a ‘timização’ da cobertura, que transformou a cobertura de cada clube em pequenas editoriais independentes produzindo conteúdo para todas as plataformas e cuidando também da edição do material.

Expliquei que vou continuar colaborando com o Lance em outro nível e com projetos específicos, embora sem vínculo e dividindo com outras iniciativas que pretendo tocar. Foi legal, mas confesso que fiquei bem embargado quando os meninos aplaudiram no fim da explicação”. Na nota que distribuiu sobre a saída dele, Walter confirmou que Luiz Fernando, “mesmo sem dedicação exclusiva, continuará a colaborar com a redação, atuando como consultor e crítico editorial e na elaboração de novos produtos que serão lançados em breve. Além de manter sua coluna semanal de domingos na contracapa do diário”.

Daniel, que o ajudará a tocar o jornal, entrou no Lance como estagiário na redação de São Paulo, comandou as edições de Minas e do Rio, e mais recentemente passou a editor-geral do digital, baseado no Rio. Segundo J&Cia apurou, ele provavelmente participará também do papel, ajudando os editores do dia a dia, que vinham sendo comandados por Rafael Bulara em SP (já que as duas edições SP e RJ são fechadas em SP).

Remanescente do time da Redação que fundou o Lance, há 19 anos, Guilherme Gomes Pinto assumiu o Diário de S.Paulo a convite do presidente do grupo, Marcos Salles. Entra no lugar de Alexandre Moreno, que deixou recentemente o jornal para tocar projetos pessoais. Com passagens por Dupla Comunicação, Folha de S.Paulo e IstoÉ, Guilherme chegou ao Lance em 1997 e passou por diversos cargos até assumir como editor executivo em 2013. Ele segue ligado ao grupo com um blog sobre esportes.

Seu novo contato é (guilhermep@diariosp.com.br) Outro que integrou a equipe fundadora do Lance e lá permanece é o editor Marcelo Laguna, que saiu em 2010 e voltou no final de 2015. Nesse intervalo, passou por SportsJá! (já extinto), Diário de S.Paulo e iG.