Karla Mendes, do Estadão, vence o Prêmio Plural de Jornalismo

Karla Mendes

O Prêmio Plural de Jornalismo, concedido pela Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência (Plural), divulgou os vencedores da edição 2018. Eles serão homenageados no dia 6/12, em jantar no Rio de Janeiro.

O trabalho de Karla Mendes, publicado no jornal O Estado de S. Paulo, sob o título Perigo nos rios, conquistou o prêmio na modalidade Jornalismo. Karla receberá R$ 8 mil líquidos pela vitória. Sua reportagem especial investigou a crescente ameaça nos rios da Amazônia, representada pela atuação de piratas que roubam cargas de embarcações, sobretudo as que transportam óleo diesel. Estima-se que a ação dos bandidos provoque um prejuízo de pelo menos R$ 100 milhões ao ano, o que se reflete no preço dos fretes. Das cargas roubadas, revela a reportagem, 70% são combustíveis. A matéria também informa que a atuação de piratas cresceu no eixo Rio-São Paulo.

A Comissão de Julgamento decidiu, ainda, conceder Menção Honrosa aos seguintes trabalhos, pela qualidade e relevância dos temas para o setor: Telejornalismo: Câmera Record investiga venda de combustível contrabandeado, de Domingos Meirelles, Daniel Motta e equipe; Reportagem: Estado compensa ICMS menor do diesel com alta de gasolina, de Nicola Pamplona, publicada na Folha de S.Paulo; e Fotojornalismo: Crise dos combustíveis, de Fábio Lima, publicada no jornal O Povo. A Comissão foi composta pelos jornalistas Adhemar Altieri e Kelly Lima, pelo advogado Fabio Calcini e pelo professor Luiz Carlos Delorme Prado. A organização coube à RP Consultoria, tendo à frente Fernando Portilho (rp-consultoria@rpconsult.com.br e 21-3208-3646).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *