José Paulo Kupfer deixa o Estadão e começa blog no UOL

José Paulo Kupfer

José Paulo Kupfer, eleito por três anos seguidos (2016. 2017 e 2018) entre os dez +Admirados Jornalistas Brasileiros de Economia, Negócios e Finanças, em votação promovida por Jornalistas&Cia e Maxpress, deixou o Estadão depois de dez anos e estreia nesta terça-feira (30/7) no UOL um blog com visão crítica da economia. A ideia é produzir análises a quente das questões e dos números, com gancho nas informações divulgadas no dia a dia.

Segundo informou a este Portal dos Jornalistas, seu esforço será o de explicar significados, contextualizar fatos e indicar implicações das informações econômicas para a vida cotidiana das pessoas, em textos claros, a partir de um olhar crítico das políticas públicas em debate. “Aos 71 anos [NdaR: completados no último domingo, 28/7], assumir um blog jornalístico no UOL, o mais importante portal de informações do País, é um imenso desafio, pois a cobertura de economia é muito centrada em fontes do mainstream de linha liberal. Pretendo mostrar o outro lado, dar uma visão mais crítica da eficácia e do valor das políticas públicas, tentar fazer um contraponto. Enfim, mostrar o que a economia tem de mais nobre, que é promover bem-estar ao maior número possível de pessoas. Como costumo dizer aos mais jovens, ser cético sem ser cínico”.

O espaço está subordinado a Armando Pereira Filho, editor de Economia do UOL. Em paralelo, Zé Paulo seguirá com sua coluna semanal no Poder360, de Fernando Rodrigues.

Carioca, jornalista profissional desde 1967, ele foi repórter, redator e exerceu cargos de chefia nas principais publicações de São Paulo e Rio de Janeiro. Considera que sua carreira evoluiu na contramão da maioria dos colegas, pois, embora formado em Economia pela USP, só foi dedicar-se ao jornalismo econômico depois de trabalhar, como repórter e redator, nas áreas de Geral e Esportes.

Teve passagens por diversos veículos, entre eles as revistas Veja, Exame e IstoÉ. Em 1989, foi responsável pelo projeto e implantação do Caderno de Economia do Estadão, em sua primeira passagem por lá (1988-1991). Nesse período, foi também um dos criadores do Caderno de Informática (atual Link) e da edição das segundas-feiras do jornal, além de seu gerente-geral.

Escreve colunas de Economia desde 1999, tendo ocupado espaços de opinião nos jornais Gazeta Mercantil e O Globo. No Estadão, começou em 2009 uma coluna no online e depois escreveu também para o impresso, até dois anos atrás. Mantém colunas e blogs na internet desde 2003. Em 2015, foi eleito Jornalista Econômico do Ano, em votação conduzida entre economistas pelo Conselho Regional de Economia de São Paulo e Ordem dos Economistas do Brasil. (Veja+)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *