Rangel Faúla

Rangel Gomes Faúla nasceu em Santa Maria do Suaçuí, Minas Gerais, em 11 de setembro de 1983. É formado em Jornalismo e Publicidade e Propaganda pela Universidade Vale do Rio Doce (Univale/ MG).

Iniciou a carreira profissional como repórter do jornal Diário do Rio Doce, em Governador Valadares (MG). Lá aprendeu a apurar, lidar com as fontes, escrever textos jornalísticos, a usar os termos próprios da profissão e como é feita a edição de um jornal. Posteriormente, trabalhou brevemente com Assessoria de Comunicação.

Sua trajetória profissional foi consolidada na televisão, onde já exerceu as funções de repórter, editor e apresentador.

Em Governador Valadares, cidade onde se formou, passou pela TV Rio Doce e pelas afiliadas da Rede Minas de Televisão (TV Cultura) e Rede Globo (na época, TV Leste). Nessa última, foi repórter e apresentador do MGTV e MG Rural. Chegou a fazer participações em jornais de rede, como o Globo Rural, GloboNews e Jornal da Globo.

Em 2007, fez uma entrada ao vivo no Jornal da Globo, fazendo a cobertura de um julgamento de um acusado de matar uma perita do INSS.

Da Globo para a TV Alterosa, passou pela sucursal no interior e, em 2009, mudou-se para Belo Horizonte e passou a trabalhar na equipe jornalística da emissora na capital mineira.

Atualmente é repórter do telejornal diário “Jornal da Alterosa” (e também dos programas jornalísticos nacionais transmitidos pelo SBT) e tem se dedicado às coberturas dos assuntos referentes à Região Metropolitana de Belo Horizonte, como infraestrutura urbana, educação, saúde, segurança pública, trânsito, ocorrências policiais, crimes, dentre outros.

Dentre os trabalhos que marcaram a carreira até então, ele destaca: a série de reportagens sobre a estréia da versão brasileira da telenovela Carrossel (SBT/ 2012), em que gravou e mostrou cenas de bastidores, além de conversar com diversas personagens do folhetim; e a cobertura do caso chamado de “Chacina de Ponte Nova” (2007), crime no qual 25 detentos morreram em um incêndio provocado por presos rebelados na cadeia municipal da cidade.

Rangel tem planos de se tornar um editor-apresentador, mas, não pretende deixar totalmente a reportagem, que, segundo ele, sempre será sua paixão. Ainda quer fazer grandes reportagens investigativas e conhecer o Brasil por meio do Jornalismo. Um dia ainda pretende se tornar um professor universitário para compartilhar suas experiências em sala de aula.

 

 

Atualizado em Março/2015 – Portal dos Jornalistas

Fonte: Informações fornecidas pelo próprio jornalista.

http://rangelfaula1.blogspot.com.br/ 

Enviado mensagem solicitando confirmação dos dados em 20/08/2012.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *