Google oferece US$ 6,5 milhões para ajudar no combate à desinformação sobre o coronavírus

O Google está oferecendo um fundo de US$ 6,5 milhões para agências de checagem de fatos e organizações sem fins lucrativos do mundo todo que lutam contra fake news e desinformação sobre a Covid-19.

Pelo projeto Google News Iniciative, a empresa está apoiando iniciativas importantes e relevantes no contexto atual, como a First Draft, que oferece recursos, treinamentos e simulações de crise a jornalistas do mundo inteiro. Especificamente na América Latina, o Google renovou o apoio ao projeto brasileiro Comprova, que está agora focado na checagem de fatos sobre o coronavírus.

A iniciativa apoia também a LatamChequea, que reúne e destaca o trabalho de análise de notícias de 21 organizações em 15 países latino-americanos e de língua espanhola: Agência Lupa, do Brasil; Bolivia Verifica, da Bolívia; La Silla Vacía e ColombiaCheck, da Colômbia; La Nación e La Voz de Guanacaste, da Costa Rica; Periodismo de Barrio e El Toque, de Cuba; Ecuador Chequea e GK, do Equador; Maldita, da Espanha; Agencia Ocote, da Guatemala; Animal Político e Verificado, do México; El Surtidor, do Paraguai; Ojo Público e Convoca, do Peru; PoletikaRD, da República Dominicana; UyCheck, do Uruguai; Efecto Cocuyo, da Venezuela; e Salud con Lupa, para toda a região.

O Google está oferecendo também conteúdo gratuito para ajudar no trabalho dos jornalistas na cobertura da pandemia. Vídeos de treinamento em dez línguas diferentes foram disponibilizados no YouTube. Além disso, destacou na página Google Trends as principais notícias e tendências sobre o coronavírus. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *