Exposição marca os 30 anos da morte de Luiz Gonzaga

Luiz Gonzaga tocando no Forro Xodo, no bairro de Sapopemba.

Assis Ângelo, presidente do Instituto Memória Brasil (IMB), responde pela curadoria da exposição Luiz Gonzaga, na eternidade dos 30!, que marca a passagem do 30º aniversário da morte do rei do baião. Na abertura, em 8/10, às 19h, no Centro Cultural Santo Amaro (av. Santo Amaro, 822), ele contará histórias e curiosidades da vida e da obra do artista.

A mostra, que tem direção-geral de Sylvia Jardim e cenografia de Celso Rorato, está construída em cima de itens nunca expostos. São partituras de época, discos, livros, revistas e fotos pertencentes ao acervo do IMB. O centro do espaço será ocupado por uma grande instalação, uma alusão a Juazeiro e à força do povo sertanejo. O público terá acesso gratuito de 9/10 a 7/11, das 10h às 17h, diariamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *