Editoras Globo, Três, Ediouro e Panini questionam venda do Grupo Abril no Cade

A coluna Mercado Aberto, publicada por Maria Cristina Frias na Folha de S.Paulo, informou em primeira mão nessa quarta-feira (23/1) que pelo menos quatro editoras concorrentes e uma gráfica entraram com um pedido junto ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) para que sejam consideradas partes interessadas na venda do Grupo Abril ao empresário Fábio Carvalho.

As editoras Globo, Três, Panini e Ediouro e o grupo gráfico EBR alegaram que a aprovação do negócio foi precipitada e “deixou de considerar efeitos concorrenciais do negócio”. O documento, protocolado em 18/1, acusa a Abril de monopolizar a distribuição de revistas e de prejudicar suas concorrentes por atraso de pagamentos.

Se o pedido for acatado, as empresas poderão pedir a anulação da venda, mas, segundo apurou a coluna, a expectativa é de que o órgão rejeite o pedido. Do lado da Abril, a ação é vista como uma tentativa de atrasar a aprovação definitiva da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *