Carlos Wagner anuncia aposentadoria de Zero Hora

Um dos dez mais premiados jornalistas brasileiros segundo o Ranking J&Cia, o repórter especial de Zero Hora Carlos Wagner anunciou sua aposentadoria das redações. Após 31 anos de casa, ele vai se despedir da publicação no próximo dia 23/10, mas seguirá na ativa em outros projetos.

Em entrevista ao Coletiva.net, Wagner explicou que, ao colocar “a régua da vida na mesa”, avaliou que tem muitos projetos que, por comprometimento com o jornal, ainda não conseguiu realizar. “Tenho três livros em andamento, quero dar palestras, quero dar aulas, quero ensinar o que mais sei fazer, que é apuração. Depois, vou me associar a uma rádio no interior”, contou, acrescentando que, antes, pretende passar quatro meses de “barriga para cima”.

Wagner fez questão de deixar claro que sua saída acontece de forma tranquila. Ressalta que não tem reclamações a fazer, seja com relação à remuneração ou ao espaço destinado a seus trabalhos no veículo. “Zero Hora sempre valorizou minhas ideias. Tenho dois livros publicados que foram investimentos do jornal”, lembrou. Também citou o momento de redução de recursos e enxugamento de equipe pelo qual passa a imprensa, e considerou que esta pode ser uma boa oportunidade para, “pela primeira vez, trabalhar para o Carlos Wagner”.

A possibilidade de voltar a escrever para o jornal, porém como pessoa jurídica (PJ), segundo ele, existe, mas a ideia central está em concretizar alguns projetos fora da redação. “Tenho mil projetos e quero ver se sou capaz de realizar esses sonhos fora do jornal”, conclui. No último levantamento de Jornalistas&Cia, Wagner foi apontado como o nono jornalista mais premiado de todos os tempos.