Missa por Fuad Atala será nesta quinta-feira – RJ

Fuad Atala

A família de Fuad Atala marcou a Missa de Sétimo Dia em intenção dele para esta quinta-feira (6/6), às 9h, na igreja Nossa Senhora da Glória do Largo do Machado. Fuad morreu na madrugada de 24/5, aos 86 anos, de câncer. Foi sepultado na tarde de sábado (25/5) no cemitério São João Batista.

Natural do interior de Mato Grosso do Sul, veio para o Rio no início dos anos 1950 para estudar Medicina. Formou-se em Ciências Biológicas, na antiga Universidade do Distrito Federal (UDF), atual Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Ainda no tempo de faculdade, trabalhou no Correio da Manhã como revisor. Aí começou a carreira no Jornalismo, em que foi repórter e editor. Ele deixou praticamente pronto um livro sobre a saga desse jornal, depois de passar seus últimos tempos escrevendo-o. Esteve também nas revistas Seleções e Manchete.

Mas foi em O Globo, onde esteve por 18 anos, até 1987, que Atala se consagrou como importante profissional de sua geração. Foi ali secretário de redação e editor. O próprio jornal, no seu obituário, considerou-o o principal responsável pela concepção do Segundo Caderno, o suplemento de cultura do Globo, nos moldes em que é conhecido até hoje. Também idealizou o Rio Show, suplemento que surgiu como uma coluna com a programação cultural da cidade. Entre 1979 e 1987, assinou a coluna Porte livre, no Caderno de Turismo.

Depois de sair do Globo, passou por Jornal do Commercio, Última Hora, Comunicação da Secretaria de Turismo do Estado do Rio. Publicou dois livros. Recentemente, prestou depoimento para o livro Memórias da imprensa escrita, de Aziz Ahmed, em que narrou fatos ocorridos no Correio da Manhã e O Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *