Projeto Terra de Resistentes denuncia ataques a líderes ambientais na América Latina

O projeto Terra de Resistentes – criado em 2018 e que reúne cerca de 50 jornalistas – está cobrindo os ataques a líderes ambientais por toda a América Latina em meio à pandemia do novo coronavírus. Segundo dados, seis líderes foram assassinados desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou o coronavírus como uma pandemia.

Com reportagens especiais, dados e análises, a iniciativa visa a dar mais visibilidade à violência que líderes ambientais sofrem na região, apontada como a mais hostil para ambientalistas segundo a ONU. O projeto conta com 50 jornalistas, fotógrafos, videógrafos e especialistas em dados de dez países diferentes. Fazem parte do projeto as entidades Centro Latinoamericano de Investigación Periodística (CLIP), Mongabay Latam, France 24 Español, Anfibia (Argentina), RunRun.es (Venezuela), Contra Corriente (Honduras), InfoAmazonia (Brasil), GK (Ecuador), Ocote (Guatemala), Convoca.pe (Peru), El Deber (Bolívia), Mexicanos contra la Corrupción y la Impunidad (México), El Espectador, El País de Cali, El Tiempo, Mutante, La Liga contra el Silencio, RCN Noticias, Verdad Abierta, e La Patria y La Silla Vacía (Colômbia)

Um dos diferenciais do projeto é sua base de dados inédita, fruto de muita investigação e reportagens. Nos 11 últimos anos, foram registrados cerca de 2.367 ataques contra líderes ambientais. Confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *