Paulo Campo Grande lança O homem que dirigiu tudo

Passados dois meses desde o lançamento de seu primeiro livro, Jornalismo Automotivo – Histórias & Dicas (B4 Editores), Paulo Campo Grande já está de volta à maratona de autógrafos e dedicatórias.

Ele lança nesta 5ª.feira (30/10), às 15h, no estande da Quatro Rodas no Salão do Automóvel, em São Paulo, O homem que dirigiu tudo – Os carros que marcaram a carreira de um dos mais experientes jornalistas automotivos do Brasil (Editora Abril).

Desta vez o projeto foi desenvolvido em parceria com a própria revista, da qual ele é editor de Testes. “São 250 páginas e 32 capítulos, quatro deles mais generalistas, em que falo de protótipos e experiências em fábricas; nos outros 28 tem sempre um carro que encabeça o capítulo, mas no total são 102 carros citados”, explica Paulo que, se levou alguns anos para concluir sua primeira obra, desta vez teve apenas quatro meses para produzir o material. “Eles lançaram a ideia e eu achei interessante, mas tivemos que correr para lançá-lo a tempo do Salão”.

E será que falta ainda alguma máquina para dirigir? Paulo garante que sim. “Existem modelos e marcas que infelizmente não tive o prazer de guiar, como o sueco Koenigsegg e os Lancia Delta Integrale e Stratus”. Com preço de R$ 29,90, o livro trará ainda um encarte repleto de fotos coloridas dos modelos retratados.