O coronavírus e os veículos de comunicação − III

Isabele Benito, Mari Palma e Phelipe Siani estão sem sintomas, mas em isolamento

Isabele Benito

No Rio, Isabele Benito afastou-se do SBT e da rádio Tupi e montou em casa um estúdio para continuar trabalhando. O marido dela foi internado na semana passada, com graves problemas respiratórios, e na segunda-feira (29/3) teve o teste confirmado para coronavírus.

Apresentadora do SBT Rio, Isabele tem ainda um programa que leva seu nome na Tupi, e é colunista de O Dia. No SBT, foi substituída por Liane Borges no estúdio, e a emissora disponibilizou equipamento de link para Isabele fazer entradas de casa. Como ela tem uma produtora, sabe lidar com o material e faz o programa de rádio sozinha, sem contato com a equipe. Mas não se cansa de agradecer o apoio que recebe das empresas para as quais trabalha e mantém os ouvintes e espectadores a par da evolução da doença do marido, no que ela define como “experiência aterrorizante”.

Mari Palma e Phelipe Siani

Na CNN, Mari Palma e Phelipe Siani, apresentadores do Live CNN, foram postos em quarentena. Mari teve sintomas de gripe na sexta-feira (27/3), procurou assistência médica e foi diagnosticada com Covid-19. Siani, apesar de não ter apresentado sintomas, também está em quarentena por conviver com ela.

Eles fazem participações no programa, ao vivo, diretamente da residência em São Paulo. Foram substituídos por Diego Sarza, da CNN Rio de Janeiro, e por Elisa Weeck, âncora do telejornal Newsroom.

Jornalismo profissional experimenta aumento de acessos

As edições digitais de jornais e os portais de notícias registraram um aumento significativo dos acessos no último mês. O jornalismo profissional ganha força na pandemia por produzir conteúdo confiável, em tempos de muitas fake news.

Conforme a pesquisa do DataFolha, comentada em J&Cia 1.249, apenas 12% dos entrevistados confiam em aplicativos de mensagens e redes sociais. Por outro lado, quando o aplicativo é de notícias – e não de mensagens – a procura aumenta. O Núcleo Jornalismo de Dados encomendou pesquisa cujo resultado foi um crescimento de 68% dos principais aplicativos de notícias em março. O levantamento, realizado pela empresa RankMyApp, considera os downloads realizados na categoria “notícias e revistas” na plataforma Play Store do Google.

O Globo reestruturou sua redação para acompanhar o momento de crise. E foi recompensado com 235 milhões de acessos e 71 milhões de visitantes em março, o que caracterizou uma audiência nunca antes alcançada. Para isso, lançou até um festival de música, o #tamojunto, que leva artistas consagrados nos finais de semana. Tem também guias em PDF sobre vários temas, que podem ser compartilhados. O jornal criou uma área de serviço, com conteúdo gratuito para leitores que não sejam assinantes. A maioria dos profissionais trabalha hoje de casa, dedicados à cobertura da pandemia.

Nos jornais

A partir do próximo sábado (4/4), em caráter temporário, a superedição semanal de A Gazeta (ES) deixará de circular em papel. A Rede Gazeta tomou a decisão como forma de evitar a propagação do novo coronavírus e preservar funcionários, prestadores de serviço e terceirizados que, sem a distribuição dos exemplares a assinantes e bancas de revista, poderão manter o isolamento social. A medida não vai alterar a produção jornalística da Redação A Gazeta/CBN. O jornal semanal será mantido na versão digital e no aplicativo A Gazeta, disponível para dispositivos com sistemas iOS e Android. O site mantém atualização em tempo real sobre os reflexos da pandemia no Espírito Santo, 24 horas por dia, além de outros assuntos relevantes para o capixaba.

Na TV

Matheus Ribeiro improvisou cenário em casa para as transmissões

Em isolamento e em semana de folga por causa do coronavírus, Matheus Ribeiro, apresentador da afiliada da Globo em Goiás, tem comandado o Jornal Anhanguera – 2ª Edição diretamente de casa. Com recursos próprios, ele improvisou um cenário e estreou em 30/3 a transmissão ao vivo do telejornal, para seguir à frente do noticiário. Matheus integra o time de apresentadores que se revezam na bancada do Jornal Nacional aos sábados. Alguns repórteres também têm usado seus equipamentos pessoais para entrar ao vivo nos telejornais da emissora. Enquanto cinegrafistas vão às ruas, eles aparecem de suas residências para comentar as reportagens que têm sido veiculadas nos noticiários.

Pela primeira vez desde seu lançamento, em outubro de 1996, a GloboNews conseguiu ficar sete dias consecutivos na liderança entre as tevês por assinatura. Com a cobertura do coronavírus e mais de 17 horas de programação ao vivo, o canal permaneceu no topo no período de 23 a 29 de março. (Com informações do Notícias da TV)

TV Globo aumentou o tempo de jornalismo no ar e tomou providências para proteger a equipe. Desde 12/3, quem tiver sintoma de gripe ou de resfriado, na tevê ou no G1, vai para casa.

Nas agências

The Intersection, newsletter quinzenal sobre novidades da FleishmanHillard e do mercado, dedica sua atual edição exclusivamente aos efeitos do coronavírus na comunicação. Confira!

O Especial FSB+ − Coronavírus, já em sua quarta edição, traz dicas para o dia a dia de quarentena no enfrentamento do vírus.

Também a In Press Porter Novelli acompanha de perto a evolução da pandemia com a newsletter Highlights do dia – Covid-19. As informações incluídas no documento são públicas e foram produzidas por uma célula de especialistas da agência. Qualquer dúvida, escreva para atendimento.saude@inpresspni.com.br.

A Weber Shandwick no Brasil está publicando um relatório semanal sobre estratégias para a crise devido à pandemia. O material tem três editorias: a curva do número de casos confirmados no Brasil relacionada ao volume de conversas nas redes sociais – com uma divisão dos principais temas, veículos e influenciadores; uma curadoria de alguns e essenciais sites para manter-se informado – com foco em negócios e no cuidado com as pessoas; e artigos de especialistas da agência. É um relatório de inteligência que traz visão consultiva sobre temas e estratégias de comunicação para a crise atual. Foram publicadas três edições (https://bit.ly/2xMjHGe / https://bit.ly/2UuCmy3 / https://bit.ly/2R0oFWG) e a quarta sairá na próxima segunda-feira (6/4). O projeto continuará durante todo o período do surto da Covid-19. Para receber as próximas edições, escreva para duvidascovid-19@webershandwick.com.

Na periferia

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias lançou Em Quarentena, um podcast sobre o coronavírus pensado para os moradores das periferias da Grande São Paulo. A redação, que já vem noticiando o impacto da Covid-19 nas periferias da Grande SP no site da Agência, agora também distribui as histórias por áudio.

Nas últimas semanas, a pandemia do novo coronavírus tornou-se agenda prioritária nos veículos de comunicação de todo o País. Nas periferias brasileiras, coletivos e veículos de independentes têm se reinventado para enfrentar um duplo desafio: cobrir os impactos da Covid-19 nesses territórios, e fazer com que informação de qualidade chegue à população, no lugar de boatos e desinformações. Rádio poste, carro de som e áudios no WhatsApp são algumas das alternativas encontradas. (Veja +)

E mais…

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) propôs uma medida emergencial para o período enquanto permanecer a situação excepcional do coronavírus: que os governos federal, estaduais e municipais “imediatamente organizem, de forma rápida e descentralizada, a distribuição gratuita de ‘sopões’ aos necessitados em pontos de rua previamente informados, tomando os devidos cuidados para evitar aglomeração de pessoas. Em defesa da vida, é hora de ser criado o programa ‘Sopão já’ em todo o território nacional”.

Com o objetivo de motivar a população a praticar o autoabraço em tempos de pandemia de coronavírus, a nova campanha da TV Cultura #tudovaidarcerto entra em sua segunda fase e convida o público a participar das vinhetas. Para isso, basta gravar um vídeo, seguindo as orientações técnicas informadas no site da emissora e enviá-lo pelo WhatsApp 11-999-210-174. Os melhores serão selecionados e poderão ser vistos na tela da TV Cultura. A campanha foi produzida de forma remota pelos apresentadores da emissora, que gravaram seus próprios vídeos pelo celular, seguindo as orientações do departamento de arte.

A startup Dialog oferece um aplicativo de comunicação interna para empresas, para aproximar os líderes de todos os colaboradores, como um canal que funciona como uma rede social. O aplicativo é leve e todos os funcionários podem usufruir, sem comprometer a memória do celular. Veja+.

Há duas semanas, a Aberje tem produzido para o seu portal conteúdos sobre o coronavírus − e lá compartilhado conteúdos recebidos de sua rede. A seção oferece assuntos que envolvem as melhores práticas das organizações para enfrentar o período de pandemia e as decisões consequentes da questão. O Especial Covid-19 está dividido em oito subeditoriais: Aberje; Comunicação Corporativa − Referências e melhores práticas; Artigos; Responsabilidade Social; Comunicação Interna; Pesquisas; Home Office; e Comunicação Pública. Agora a entidade passa a enviar semanalmente − exclusivo para os associados − um compilado com os conteúdos produzidos. Quem tiver alguma dica de pauta ou para o próprio boletim em suas edições futuras, escreva para relacionamento@aberje.com.br.

Mariana Borges

Com equipe em trabalho remoto, a Fundação Assis Chateaubriand (FAC), organização sem fins lucrativos ligada aos Diários Associados,  lançou desafios de saúde física e mental, além de dicas de empreendedorismo para a comunidade do DF. Mariana Borges, superintendente executiva da FAC, está à frente de uma equipe de 200 profissionais, que seguem conectados e produzindo a todo vapor em tempos de coronavírus. “Acho que o maior ensinamento deste momento é que a humanidade está em plena evolução”, disse ela. “E nós, gestores de equipes, sejam elas públicas, privadas ou do terceiro setor, temos que entender cada vez mais o nosso papel como líderes”. Nos próximos dias, a FAC vai publicar conteúdos e dicas, que serão postados nas redes sociais do programa Ei Comunidade de Empreendedorismo e Inovação: @ComunidadeEi.

Na Câmara Federal, tramita o PL 857/20 que determina que, em caso de pandemias, todo e qualquer gasto com comunicação ou publicidade de órgãos públicos da administração direta e indireta deverá ser destinado exclusivamente a campanhas de prevenção e combate ao surto. “A adoção de medidas emergenciais e a informação são essenciais para evitar novos contágios e, principalmente, promover a segurança e saúde pública”, disse o autor, deputado Kim Kataguiri (DEM-SP). De acordo com a proposta, a determinação deverá entrar em vigor desde a confirmação do primeiro caso de vítima da pandemia no País e valerá até os 90 dias subsequentes à declaração de controle do surto pelo Ministério da Saúde.

Jornalistas automotivos unem-se em recado público

Marcelo Jabulas

Um grupo de jornalistas automotivos, liderados por Marcelo Jabulas (Hoje em Dia/Garagem do Jabulas), publicou na última semana um vídeo para ajudar na conscientização da população sobre a necessidade de permanecer em confinamento na luta contra o coronavírus. Intitulado Sem carona para o coronavírus, o vídeo de pouco mais de dois minutos traz ainda dicas de como se prevenir e manter os automóveis limpos para evitar a propagação da doença.

Participaram da ação Emilio Camanzi e Camila Camanzi (Carros com Camanzi), Boris Feldman, Alexandre Carneiro e Felipe Boutros (Auto Papo), Enio Greco (Vrum/Estado de Minas), Henrique Rodriguez, Leonardo Felix e Gabriel Aguiar (Quatro Rodas), José Antonio Leme e Diego Ortiz (Jornal do Carro/Estadão), Fernando Miragaya e Fábio Perrotta Junior (Webmotors), e Marlos Ney Vidal (Autos Segredos).

E mais…

Diante da emergência de saúde global desencadeada com a pandemia do novo coronavírus, a ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF) expandiu seu serviço de assistência oferecido a jornalistas vítimas de represálias provocadas por sua atividade profissional. Agora, o departamento de assistência da organização também recebe solicitações de apoio financeiro por parte de jornalistas diretamente impactados pela pandemia. Podem enviar pedidos de apoio os comunicadores que tenham sido infectados pelo novo coronavírus durante a cobertura da crise sanitária e que precisem da assistência para gastos médicos. Aqueles perseguidos por autoridades públicas, em represália à cobertura da pandemia, também serão considerados. As solicitações de apoio individual devem ser enviadas para os e-mails assistance@rsf.org e assistance2@rsf.org. (Veja+)

Com o objetivo de aumentar os esforços pela produção de notícias durante a pandemia, o Facebook anunciou que investirá 100 milhões de dólares em veículos de jornalismo. Do valor total, um quarto será aplicado na própria plataforma, por meio do Facebook Journalism Project, ação que fomenta iniciativas locais. O restante será injetado sob o formato de “gastos adicionais de marketing” para organizações mundiais do segmento.

A 67ª edição do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, representado no Brasil pelo Estadão, acontecerá excepcionalmente de 26 a 30/10 por causa da pandemia do novo coronavírus.  Neste link você encontra os novos prazos de elegibilidade das 28 categorias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *