Marcos Clementino volta ao Brasil e à TV Cultura

Após temporada como correspondente da RedeTV em Paris, e posterior saída da emissora, Marcos Clementino comemora nova fase no Brasil, agora na TV Cultura. Sobre seu período como correspondente, ele contou ao Portal dos Jornalistas: “Sem dúvida foi uma experiência única. A sorte de acompanhar a história da humanidade e seus personagens de perto; situações que em breve estarão nos livros, nas prateleiras das bibliotecas – acervos digitais – para o meu filho estudar em sala de aula e que eu testemunhei ao vivo e em cores”. Em uma rápida análise de sua carreira, Marcos se diz um privilegiado, por ser de origem humilde e, com muito esforço e aproveitando as oportunidades, ter conseguido conhecer vários países: “Sinto-me um profissional privilegiado. Um sujeito que saiu da periferia de São Paulo – filho de um marceneiro com uma babá, ambos que vieram das roças pobres do Brasil – para viajar o mundo e conhecer 32 países, aos 32 anos”. Como desafio na nova empreitada – repórter local em São Paulo –, o jornalista aponta a busca por uma sociedade mais justa e menos violenta: “O meu maior desafio agora, como jornalista e cidadão, é lutar para que haja menos injustiça e violência dentro da sociedade brasileira; cobrar das autoridades públicas o seu papel de Estado e os direitos da população adquiridos na Constituição. Mostrar através das reportagens que é possível reverter o cenário atual do nosso país, com o desafio de manter a chama da esperança acesa no coração de cada brasileiro que deseja vencer na vida”. Em Paris, como correspondente da RedeTV, ficou Luciano Junior, que foi para lá em novembro do ano passado.