Fernando Canzian, André Felipe, Mario Kanno e Lucas Zimerman vencem o Grande Prêmio Folha de Jornalismo

A comissão julgadora do Prêmio Folha de Jornalismo 2015 – formada por Leonardo Cruz, secretário-assistente de Redação da Home, Vera Guimarães Martins, ombudsman, Luiz Antonio de Oliveira, diretor industrial, Mariliz Pereira Jorge e Reinaldo Azevedo, colunistas – anunciou os vencedores da premiação anual. A matéria Boyhood Bolsa Família, de Fernando Canzian, André Felipe, Mario Kanno e Lucas Zimerman, levou o Grande Prêmio. Na categoria Reportagem, vitória de Meninas do Piauí, de Cláudia Collucci. Em Edição, destaque para 7 índices da economia que explicam por que você se sente mais pobre, de Tássia Kastner, André Cabette Fábio e Amon Borges. Em Serviço, o trabalho vencedor foi RUF – Campus minado, de Heloisa Helvécia, Sabine Righetti, Irapuan Campos, Fábio Takahashi e Bruno Benevides; em Arte, venceu Especial Madonna, de Alex Kidd, Renato Barreto, Bruno Oliveira Santos e Giovana Bressani; em Fotografia, destacou-se Enrolada, de Eduardo Anizelli. Na categoria Especial, o primeiro lugar ficou com A guerra síria vista pelos sírios, de Patrícia Campos Mello.