Ricardo Lessa

Ricardo Lessa nasceu no Rio de Janeiro (RJ) no dia 3 de maio de 1956.

É formado em Jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ, em 1977. Foi ouvinte no MBA em Economia Internacional pela Business School de São Paulo (SP) em 2001 e frequenta o grupo Hermes/Clio de História Econômica na USP.

Iniciou a carreira no jornalismo em 1975 como repórter de geral no Jornal do Brasil (JB), no Rio de Janeiro (RJ), onde permaneceu até 1979.

Em seguida, fundou e editou o jornal Hora do Povo, e depois editou a revista Brasil Hoje e foi colaborador do jornal O Pasquim até 1983.

No ano seguinte foi para a sucursal carioca da Revista Istoé onde acumulou as funções de repórter e editor de assuntos gerais e também foi chefe da redação da sucrusal do Rio até 1988.

Nesse mesmo ano retornou ao JB, dessa vez, como subeditor das áreas de nacional e meio ambiente onde ficou por mais de um ano.

Na sequência trocou de veículo e ingressou na TV Globo do Rio como editor chefe e apresentador do programa Bom dia Rio até o final de 1990.

Depois foi para a TV Manchete da capital fluminense onde trabalhou como repórter do programa Noite Dia por um ano; em seguida, teve uma breve passagem como subeditor de geral na sucursal da Revista Istoé no Rio e outra como chefe de reportagem de cidades no JB.

Durante o ano de 1993 passou pelo cargo de assessor de imprensa na Prefeitura do Rio de Janeiro, sob a gestão de Cesar Maia.

No ano seguinte trabalhou na sucursal do Rio como repórter especial de política do jornal O Estado de S.Paulo para o qual cobriu a campanha presidencial e a posse de Fernando Henrique Cardoso.

Em novembro de 1994 foi para Brasília (DF) onde trabalhou como subeditor de política do Correio Braziliense por cerca de um ano.

De 1995 a julho de 1997 acumulou os cargos de editor e redator da newsletter carioca Relatório Reservado.

Em seguida, se mudou para Washington DC, nos EUA, e passou a atuar como editor e âncora das emissões para o Brasil da rádio Voice of América; no veículo ficou por um ano.

Após retornar ao País, em 1998, ingressou no jornal Gazeta Mercantil de São Paulo (SP) no qual trabalhou por cerca de quatro anos como repórter especial, editor da coluna Nomes & Notas e apresentador do programa Primeira Página – projeto veiculado na TV Gazeta.

Na sequência foi para o grupo paulista do Portal Terra no qual exerceu o posto de editor executivo e apresentador da TV Terra até setembro de 2003.

Logo trocou de casa e foi para a TV Globo de São Paulo (SP) onde, inicialmente, foi chefe de reportagem do Jornal Nacional; pouco tempo depois passou a trabalhar como repórter de mercado financeiro e âncora do canal Globonews; na emissora permaneceu por cerca de dez anos e, nesse período, entrevistou ganhadores do Prêmio Nobel como Edmund Phelps, Mohamad Yunus, Robert Altman, Paul Krugman e alguns dos principais economistas mundiais: Nouriel Roubini e Jeffrey Sachs; durante o ano de 2008 participou da idealização do programa Entre Aspas que ancorou e depois foi apresentador do Jornal das Dez da emissora.

Vale destacar que, por meio de sua trajetória nas diferentes mídias (jornais, revistas, rádio, TV e Internet), conheceu o Brasil de ponta a ponta e cobriu eventos internacionais na Grécia, Turquia, Bélgica, EUA, Suécia, Espanha, Marrocos, Argentina, Israel e Líbano.

Desde 2010 é integrante do comitê de comunicação da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal – entidade filantrópica voltada para cuidados com a primeira infância, sediada em São Paulo (SP).

Atualmente Ricardo Lessa acumula a atividade de escritor com trabalhos freelancers para alguns veículos da imprensa além de atuar, há quatro anos, como conferencista nas áreas de macroeconomia e meio ambiente, entre outros temas: em março 2012 ministrou a palestra Brasil e Estados Unidos: o que fez a diferença aos alunos da Escola de Administração da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (SP); no ano anterior tratou do tema The Emergence of Brazil as a Global Player aos convidados da Universidade Hebraica de Jerusalém, no Oriente Médio.

É autor dos livros: The Amazon in a nutshell (Biblos) – versão para kindle (Amazon, 2012); Brasil e Estados Unidos: o que fez a diferença (Ed. Civilização Brasileira, 2008); Meu Brasil brasileiro (Companhia Editora Nacional, 2004); Vida brasileira (Ed. Lazuli/Gazeta Mercantil, 2000), que é uma coletânea de reportagens com outros autores; Amazônia: raízes da destruição – 10ª edição (Ed. Atual/Saraiva, 1991); e A que hora vem o povo? (Codecri, 1983).

Com suas reportagens o jornalista ganhou os prêmios: Icatu de Jornalismo Econômico (1998) na categoria melhor reportagem nacional de economia; Embratel (1999/2000) na categoria Telecomunicações – Veículos Não-Especializados com a reportagem Sem-TV inconformados com ação da Anatel; Firjan (2000) pela melhor reportagem sobre economia do Rio de Janeiro; e o Organização Nacional da Indústria do Petróleo (2001) na categoria melhor reportagem nacional sobre petróleo.

 

Atualizado em novembro/2012- Portal dos Jornalistas.

 

 

Fontes:&llt;/o:p>

http://www.letraseleituras.com.br/entrevistas/?a=ricardo_lessa, acessado em novembro/2012,  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *