Pesquisa divulgada em 22/2 pela Confederação Nacional de Transportes (CNT) indicou que a maioria dos brasileiros acredita que os embates públicos do presidente Jair Bolsonaro com a imprensa são ruins para o País.

Desde a campanha presidencial, Bolsonaro tem um histórico de provocações e ataques direcionados a veículos e profissionais de imprensa. Mais recentemente, afirmou em live transmitida em 15/2 que veículos de imprensa são fábricas de fake news que deveriam sair de circulação. Diante deste cenário, a CNT foi a campo avaliar a opinião pública sobre a relação do governando com o meio jornalístico.

Nesta 148ª edição, a Pesquisa CNT de Opinião foi realizada em parceria com o Instituto de Pesquisa MDA, entre 18 e 20 de fevereiro. Foram 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 estados do Brasil. A margem de erro, segundo os realizadores, é de 2,2 pontos percentuais.

De acordo com a Pesquisa CNT, 64,7% dos entrevistados reprovam os enfrentamentos e 60,5% acreditam que Bolsonaro deveria procurar aproximar-se da imprensa. 31,7% afirmam que esse estreitamento de relação não deve ocorrer, enquanto 7,8% não souberam responder.

Ainda há cerca de 20% dos entrevistados que entendem que as brigas de Bolsonaro com a imprensa são irrelevantes, enquanto 10,6% dizem que esse tipo de confronto é benéfico para o País.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments