Sistema Globo de Rádio faz mudanças na programação e demite no RJ e em SP

Uma semana de muita movimentação, foi o que se viu no SGR (Sistema Globo de Rádio). Houve alterações na grade de programação no Rio e em São Paulo.

Na Rádio Globo, a principal foi no Show do Antônio Carlos, um programa líder de audiência, veiculado das 6h às 9h apenas no Rio, que passa a ser transmitido em rede para todo o Brasil. O Panorama esportivo muda o horário e terá edições locais. O programa Toda noite foi extinto. A descrição completa está no site Rádio de Verdade.

Segundo o site SRzd, Jorge Bastos Moreno, que chefiou a sucursal de Brasília de O Globo e atualmente é colunista do jornal, seria o homem forte da programação de uma “Nova CBN”. Na manhã dessa terça-feira (6/12), no Rio, deixaram a CBN Ceci Melo, âncora da madrugada, e a repórter Silvana Maciel, além de Marcos Antonio de Jesus, que começou muito jovem e estava lá há quase 30 anos.

Da Rádio Globo, saiu a repórter Diana Rogers. O apresentador Alexandre Ferreira, do programa Acorda Rio, das 4h às 6h, na Globo, estava há 17 anos no SGR. E ainda Daniela Cohen, Emerson Rocha, Leandro Lacerda e Ricardo Juarez. O operador José Augusto, o Zé Muvuca, muito querido e respeitado, também foi cortado.

À tarde, a editoria de Esportes foi atingida: saíram o narrador Evaldo José; Carla Matera, que deixara recentemente a rádio Tupi; o repórter Felipe Cardoso; e Marcelo Louro, operador e sonoplasta. Houve dispensa também na área de Marketing. Do SGR em São Paulo saíram o comentarista Osvaldo Pascoal, mais Maércio Ramos, Mário Duarte, Jesse Nascimento, além do produtor Guilherme Cimatti.

Entre operadores e a área de Informática, foram mais outros cinco profissionais. Em todo o SGR, fala-se em 40 demitidos, número não confirmado. Jornalistas da Redação da CBN de São Paulo encaminharam à direção da emissora uma carta de repúdio às condições de trabalho, e depois a divulgaram na imprensa.

O diretor executivo Ricardo Gandour afirmou: “A manifestação foi acolhida de forma absolutamente construtiva, dentro de um canal aberto de comunicação que deve ser preservado. Estamos estudando as sugestões. O assunto será, como sempre, encaminhado dentro da lei e em benefício da qualidade da prática jornalística”.