Repórter Brasil apresenta o Ruralômetro

Ferramenta permite avaliar a atuação parlamentar em questões socioambientais

Mais de 60% dos deputados federais têm atuação parlamentar – em votações ou na elaboração de projetos de lei – desfavorável à agenda socioambiental, que envolve a preservação do meio ambiente, os direitos dos trabalhadores rurais e a defesa de comunidades tradicionais, indígenas e quilombolas.

Os dados são resultado de um levantamento inédito feito pela ONG Repórter Brasil por meio do Ruralômetro, banco de dados e ferramenta interativa (lançada em 30/1) que avalia o comportamento dos deputados eleitos em 2014 diante da agenda socioambiental.

O levantamento avaliou 131 projetos de lei cujos autores são deputados eleitos em 2014 e 14 votações nominais (em que deputados registram seu voto). Todos apresentam algum tipo de impacto ao meio ambiente, povos indígenas e trabalhadores rurais. Oito organizações independentes do Terceiro Setor classificaram essas votações e projetos de lei como favoráveis ou desfavoráveis (à agenda socioambiental), o que permitiu avaliar e pontuar os parlamentares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *