Raridades de Inezita Barroso

Assis Ângelo

No acervo do Instituto Memória Brasil há quase todos os discos que a paulistana Inezita Barroso gravou, incluindo seus únicos quatro LPs de 10 polegadas (registrados na foto). Mais importante intérprete da música rural brasileira, ela navegou por quase todos os ritmos, da moda de viola ao chorinho, do cateretê ao samba.

O cientista e compositor Paulo Vanzolini, autor dos clássicos Ronda e Volta por cima, disse-me várias vezes que não se conformava com o fato de Ignês, como ele a chamava, não se ter dedicado inteiramente ao samba.

Inezita estreou em disco em 1951, acompanhando-se ao violão. Ela deixou uma riquíssima obra como legado. Fui eu quem escreveu o primeiro livro sobre ela, A menina Inezita Barroso (Cortez, 2011).

 Contatos pelos institutomemoriabrasil@gmail.com, www.institutomemoriabrasil.org.br, http://assisangelo.blogspot.com, 11-3661-4561 e 11-985-490-333.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *