Projor lança segunda fase do Atlas da Notícia

O Projor – Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo anuncia nesta quarta-feira (6/6) o início de uma parceria com o Facebook Brasil para patrocinar a segunda fase do Atlas da Notícia, que visa a mapear veículos jornalísticos nos 5 570 municípios brasileiros. Ela prevê a atualização e expansão da base de dados estatísticos publicada inicialmente em 2017. A pesquisa, análise e publicação dos dados será novamente realizada pelo Volt Data Lab.

A atualização prevê também uma nova campanha de arrecadação e a formação de uma rede de pesquisadores nas cinco regiões brasileiras para auxiliar o trabalho do Volt identificação e verificação de veículos jornalísticos. O Atlas tem apoio institucional da Abraji.

A publicação do primeiro levantamento, incluindo veículos de radiodifusão, está prevista para 30/6 no site do Observatório da Imprensa. A segunda edição completa sairá em novembro. O projeto inclui também a publicação de uma série de cinco artigos transmídia sobre a imprensa local brasileira, seja nos chamados “desertos de notícias”, cidades que não dispõem de veículos jornalísticos, seja em municípios com experiências bem-sucedidas e inovadoras na cobertura de temas de interesse público.

O Atlas da Notícia inspira-se no projeto America’s Growing News Deserts, da Columbia Journalism Review.

Projeto Credibilidade

Desde maio, o Facebook apoia também o eixo de educação midiática do Projeto Credibilidade, que compreende atividades independentes e complementares ao eixo do consórcio de mídia patrocinado pelo Google Brasil desde 2016. O eixo de educação midiática prevê a realização de 30 palestras em escolas públicas, associações de pais e mestres, coletivos estudantis e de comunicação, congressos e seminários, além da aplicação de uma pesquisa para avaliar a percepção pública sobre a credibilidade da imprensa diante do fenômeno da desinformação.

Realizado em parceria do Projor com a Unesp, o Projeto Credibilidade é o capítulo brasileiro de The Trust Project e tem coordenação de Angela Pimenta (angela.pimenta@projor.org.br) e Francisco Belda (belda@faac.unesp.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *