Projeto multiplataforma foca novo ciclo político na América do Sul

Roberto Lameirinhas, ex-editor de Internacional do Estadão, e seu filho Lucas, que é profissional de rádio e TV, partem no próximo dia 21/9 para um projeto multiplataforma que deve levá-los a visitar todos os países sul-americanos. A primeira etapa inclui visitas a Colômbia, Equador e Peru, que durarão quase um mês. Segundo Roberto, a ideia é mostrar como os países da região, que nos últimos 20 anos estiveram sob a influência de governos de esquerda, estão se adaptando agora a um novo ciclo, precipitado principalmente pela crise política venezuelana.

“Vamos, por exemplo, à fronteira da Colômbia com a Venezuela, em Cúcuta, para registrar a chegada de refugiados venezuelanos a uma nova Colômbia, com guerrilhas pacificadas e depositária da esperança de tempos menos violentos e mais prósperos – algo como o Brasil era considerado na primeira década deste século”, diz ele. “Estamos negociando a venda desse material para todas as mídias: TV, rádio, internet, agências de notícia, jornais de vários estados e revistas. Espero aproveitar minha experiência de mais de 30 anos como repórter e editor de internacional para fazer esse projeto vingar”.

Roberto (rclamei@gmail.com), que deixou o Estadão em outubro de 2016 depois de 30 anos de casa, participou de grandes coberturas internacionais, inclusive dos mais importantes processos políticos da América Latina. Foi enviado especial para cobrir os conflitos no Afeganistão, em 2001, e do Iraque, em 2005. Entrevistou, na Colômbia, em 2004, líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em um acampamento clandestino da guerrilha nas selvas do país. Esteve duas vezes em Israel, a convite da Federação Israelita do Estado de São Paulo e da Universidade Hebraica de Jerusalém.

 

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *