APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6123

Home >> Perfil

Cida Damasco

Cida Damasco

Colunista de Economia de O Estado de S.Paulo, foi editora-chefe do jornal até maio de 2016. Comandou a fusão total das operações jornalísticas dos meios impresso e digital do Grupo Estado, onde trabalhou por 15 anos. Antes, passou por Notícias Populares, Zero Hora, DCI, Exame e Gazeta Mercantil. É Top 50 entre Os +Admirados da Imprensa de Economia, Negócios e Finanças 2016 e Top 100 entre Os +Admirados Jornalistas Brasileiros 2015.

Maria Aparecida Damasco nasceu em 1950 em São Paulo (SP). É formada em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero (SP).
 
Começou a trabalhar no setor em 1970. O primeiro emprego foi na equipe de copidesque do jornal Notícias Populares (SP), onde diz ter aprendido os principais elementos de uma apuração, em um ambiente predominante masculino. Logo depois, foi para o núcleo de revistas técnicas da Editora Abril, ali atuando como redatora da revista especializada Plásticos&Embalagens (SP).
 
Consolidou depois a carreira na área de Economia: foi editora da revista Exame (SP) e da newsletter Análise (SP), redatora de O Estado de S.Paulo (SP) – ajudando a implementar o caderno da Economia, em 1989 –, do Diário do Comércio & Indústria (DCI), do jornal Zero Hora (RS) e da Gazeta Mercantil (SP).
 
Voltou para O Estado de S.Paulo em 2001, como chefe de Reportagem da editoria de Economia. Assumiu a editoria em fevereiro de 2006, passou a editora-executiva em outubro de 2008 e, a partir de janeiro de 2011, tornou-se editora-chefe do jornal. Foi a primeira editora-chefe em 136 anos (desde 1875) de O Estado de S.Paulo. Em sua longa carreira, como define, só pontua uma única ocasião em que ser mulher a impediu de conquistar um cargo: "Muito no começo de minha carreira, eu estava em uma lista para ser promovida – a 'disputa' era entre eu e um homem – e não consegui. Ouvi o argumento: 'Você pode esperar, o que ia fazer com esse aumento? Comprar maquiagem?' Depois disso nunca tive nenhum problema de preconceito ou remuneração".
 
Gravou para o Estadão.com, em junho de 2012 o comentário Pulo do Gato do Plano Real, analisando o momento econômico da época. A análise permite entender um pouco a economia brasileira de anos depois. Em 2013, passou a comandar a fusão total das operações jornalísticas dos meios impresso e digital do Grupo Estado, atuando como editora-executiva.
 
Esteve presente, em outubro de 2015, no Encontro de Tiradentes (MG), onde participou dos debates sobre O futuro dos jornais, ao lado de Daniela Arbex, Josemar Gimenez e Luiz Fernando Gomes (o evento, apoiado por este Portal dos Jornalistas, teve a curadoria de Audálio Dantas e o apoio da Prefeitura de Tiradentes).
 
Foi eleita em 2014, no Top 50, e em 2015, no Top 100, uma dos +Admirados Jornalistas Brasileiros, bem como, em 2016, Top 50 entre Os +Admirados da Imprensa de Economia, Negócios e Finanças, em votações realizadas pelo J&Cia em parceria com a Maxpress.   
 
Deixou o cargo de editora-chefe do Estadão em maio de 2016, após quase 15 anos do que ela própria definiu como sua “terceira encarnação pelas bandas do Limão”. Segue, porém, assinando coluna com seu nome no caderno de Economia & Negócios, impressso e online, e como mantenedora do blog Além da Economia no portal Estadão.
 
É torcedora do Sport Club Corinthians Paulista.
 
 
Atualizado em novembro de 2016
 
Fontes:
Jornalistas&Cia - Edição 663
Jornalistas&Cia - Edição 1.020
Jornalistas&Cia - Edição 1.028
Livro Jornalistas Brasileiros: Quem é Quem no Jornalismo de Economia (Mega Brasil/Call Comunicações, 2005)

Newswire
OPN Eventos
MT Viagens
Mais Premiados
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)