APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6065

Home >> Perfil

Marcelo Moreira

Marcelo Moreira

Vencedor do Prêmio CNT de Jornalismo por duas vezes e do Prêmio Esso de 2001, junto com Tim Lopes e outros jornalistas, é chefe de reportagem da TV Globo, Rio.

Marcelo Moreira é carioca, formado em Comunicação Social - Jornalismo em 1991, pela Universidade Gama Filha, Rio de Janeiro, RJ. Começou a carreira como repórter no jornal A Notícia em 1991.
 
Foi repórter no jornal O Dia, ainda na fase em que o veículo era comandado pelo ex-governador Chagas Freitas e tinha uma linha sensacionalista e policial. Em seguida, trabalhou no jornal A Notícia, que substituiu O Dia como veículo popular no Rio de Janeiro (RJ).
 
Pelo Jornal do Brasil fez várias reportagens investigativas de destaque, como a série Cartel dos Ônibus, de 1996, que mostrou as irregularidades na atuação dos empresários de ônibus no Rio de Janeiro, em um momento em que as empresas eram independentes entre si, sem a formação de consórcios.
 
Em 1997, com a reportagem O Metrô Mais Caro do Mundo, venceu na categoria Principal o Prêmio CNT de Jornalismo, promovido pela Confederação Nacional de Transporte. A matéria falava sobre a construção de trechos do Metrô do Rio de Janeiro, cujos custos foram mais altos do que em quaisquer sistema metroviário do mundo.
 
Está na TV Globo Rio desde dezembro de 1999. É editor-chefe do RJTV segunda-edição, telejornal local da TV Globo no Rio de Janeiro. Na emissora conquistou, junto com profissionais como Tim Lopes (1950-2002), o Prêmio Esso de Telejornalismo 2001, com a reportagem Feirão das Drogas, sobre a livre venda de drogas em morros e comunidades da capital fluminense.

Ainda em 2003, produziu a série O Rio Engarrafado, que ganhou o prêmio de Televisão da Confederação Nacional de Transportes. A coletânea aborda o aumento do engarrafamento e das complicações no trânsito da cidade do Rio de Janeiro.

Em 2006, foi eleito membro do conselho do INSI (International News Safety Institute), ONG criada pela Federação Internacional dos Jornalistas e que trabalha para garantir a segurança dos profissionais de imprensa em todo o mundo.

Foi presidente da Abraji - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo e desde janeiro de 2014 é conselheiro da associação.

 

 
 
Atualizado em março/2015 - Portal dos Jornalistas.
Fonte:
 

Museu Goeldi
OPN Eventos
MT Viagens
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)