APOIO

PUBLICIDADE

Odebrecht
$('#fade').cycle();
6077

Home >> Perfil

Marcelo Soares

Marcelo Soares

Editor de Dados da Folha de S.Paulo, faz a supervisão de público e análise métrica do envolvimento do leitor da Folha. É membro do Consórcio Internacional de Jornalismo Investigativo. Foi repórter da Folha de S.Paulo e editou o blog 'E você com isso?'. Apresentou quadro de mesmo nome na MTV. Foi colunista do site 'Congresso em Foco' e outros veículos. Em 2006, venceu o Esso na categoria 'Melhor Contribuição à Imprensa'.

Marcelo Soares nasceu em Porto Alegre, RS. Formou-se em Jornalismo na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs/RS), em 2004. Em 2012 fez o curso de Métricas Digitais e web analytics pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, ESPM/SP. Pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais concluiu mestrado em Jornalismo, em 2013. 
 
Antes disso, trabalhou no Correio do Povo (RS), em Porto Alegre, onde esteve até 1999. Começou como office-boy, passando depois ao departamento que recebia as notícias das agências, ao primeiro site do jornal e, nas duas últimas versões, a assessor de Telmo Flor, editor-executivo na época.
 
Em 2000, entrou para a Folha de S.Paulo (SP), como repórter. Cobriu as eleições locais daquele ano e produziu reportagens sobre a confiabilidade do sistema de voto eletrônico, documentos secretos do período da ditadura militar, entre outras.
 
Foi membro fundador da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e criou o primeiro website da entidade, em 2002. Dois anos mais tarde, retornou como gerente, respondendo pela estruturação da associação e organizando os eventos promovidos por ela até 2005, incluindo o 1º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo. Segue colaborando eventualmente com a Abraji.
 
No ano seguinte, atuou na organização Transparência Brasil, e ali editou o Deu no Jornal, banco de dados de notícias sobre corrupção, vindas de 60 jornais e revistas de todo o País. No mesmo ano, participou do projeto Excelências, com dados sobre deputados federais que tentavam a reeleição. Com a entidade, Soares venceu o Prêmio Esso 2006 de Melhor Contribuição à Imprensa.
 
Por cinco anos, foi correspondente no Brasil do jornal Los Angeles Times (EUA). Em 2007, fez o curso de Jornalismo Investigativo na Summer School on Investigative Journalism. Retornou à Folha de S.Paulo, desta vez como instrutor na área de treinamento do jornal. Foi também instrutor no jornal O Povo (RS); repórter freelancer do site Wired News; produziu reportagem para o Global Integrity Report, site que trata da corrupção mundial entre políticos. Ministrou aulas sobre Jornalismo Investigativo na Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep/SP).
 
Colaborou com o Knight Center for Journalism in the Americas, e foi depois repórter convidado da instituição. Editou o blog E você com isso? no site da MTV Brasil e apresentou, na emissora, um quadro semanal em que fazia comentários sobre Política. Foi colunista do site Congresso em Foco. É membro do Consórcio Internacional de Jornalismo Investigativo (Icij), desde março de 2010. De maio a agosto de 2011, atuou no setor de treinamento da Folha de S.Paulo, onde auxiliou o editor-assistente e deu instrução para os trainees. Deixou a Chefia de Criação da agência Intelitexto em março de 2012, depois de quase cinco anos no cargo.
 
Voltou à Folha de S.Paulo justamente em março de 2012, como repórter. Idealizou, com Angelina Nunes e Sérgio Gomes, colegas da Abraji, o projeto 1000 em 1, pelo qual cem duplas de estudantes de Jornalismo de todo o País vão entrevistar jornalistas de diversas regiões e veículos durante um ano para fazer em vídeo de dez minutos o making of de mil matérias premiadas.
 

Por 11 anos fou tradutor de HQ pela Panini Brasil. Entre 2002 e 2013 traduziu Demolidor, O Incrível Hulk e The New Avengers, regularmente, em suas edições brasileiras. De acordo com o depoimento postado no LinkedIn afirmou: “Esse é o trabalho mais relaxante que eu fiz. Eu traduzi todas as edições que já foram publicadas e estão listadas no Guia dos Quadrinhos”.

De março de 2012 a junho de 2015 foi analista de audiência (newsmetrics) para a Folha de S.Paulo. Por três anos e meio cuidou da aferição dos dados que também eram explicados no blog postado no site da Folha.

Episodicamente seus levantamentos de dados são apresentados em relatórios de desdobramentos sobre a repercussão nacional de fatos e notícias. Em janeiro de 2013, por exemplo, conforme explicou no seu perfil no LinkedIn, demonstrou em números as manifestações e coberturas consequentes da tragédia do incêndio na boate Santa Maria, que matou mais de 40 jovens.

A partir de agosto de 2003 passou instrutor para empresas de mídia sobre a utilização jornalística de dados. Segue atuando na área – por doze anos, em 2015. Neste período atendeu também veículos de imprensa, entre eles o Grupo Gazeta nos anos de 2013 e 2014.

Em 2006 fez a primeira experiência no ensino de um curso de Jornalismo de Dados para estudantes de graduação na Unochapecó (RS). Em 2009 foi professor de Jornalismo Investigativo na pós-graduação em Jornalismo Especializado da Universidade Metodista de Piracicaba (SP). Na Universidade Positivo deu aulas da matéria em 2014 e continua no curso de 2015. Integra no curso de Jornalismo Digital, na pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUC/RS, desde a primeira turma em 2006.

É com frequência convidado como palestrante para falar sobre o assunto. Esteve em palestras na Universidade de São Paulo (USP) e em congressos e eventos na área de imprensa.

A partir de primeiro de julho de 2015 assumiu a supervisão de público e a análise métrica do envolvimento do leitor da Folha. Passou a Editor de Dados da Folha de S.Paulo.

 
 
 
 
Atualizado em julho/ 2015 - Portal dos Jornalistas 
Fontes:
https://www.linkedin.com/in/marcelosoares
 

Mais Premiados
OPN Eventos
MT Viagens
Comunique-se
Doe Agora (Abrinq)