José Fucs começa como repórter especial no Estadão

Depois de quatro meses colaborando com o Estadão como responsável pela produção da série A reconstrução do Brasil, sobre os grandes desafios do País pós-impeachment, em 9/1 José Fucs foi efetivado como repórter especial do jornal, na equipe do editor executivo David Friedlander.

Esta é a segunda passagem dele pelo Estadão, onde foi repórter de Economia e Negócios entre 1988 e 1989. Também teve passagens, entre outros, por Folha de S.Paulo, Gazeta Mercantil e Exame, e esteve por 13 anos na Editora Globo, em PEGN e Época, de onde saiu há um ano. Antes do Estadão, colaborou com o aplicativo Exame Hoje.

Friedlander disse a J&Cia que Fucs seguirá tocando o projeto da série, que ainda não tem prazo para terminar, e que depois disso passará a atuar em pautas especiais de Economia e Finanças. Vale lembrar que Fucs já havia trabalhado com Friedlander em Época, assim como com outros integrantes do estafe editorial do Estadão: o diretor de Jornalismo João Caminoto e os editores executivos José Alberto Bombig e Ricardo Grinbaum.