Tutty Vasques

Tutty Vasques é Alfredo Ribeiro de Barros, jornalista, carioca, nasceu no Rio de Janeiro, em 1954.

Notabilizou-se por seus textos bem humorados e ácidos na década de 80, passou por diversas publicações, entre elas as revistas Veja, Contigo!, Criativa, Playboy e Época.

Foi um dos criadores do suplemento Veja Rio, em 1981, junto com o jornalista Flávio Pinheiro, que foi o primeiro editor da revista. No suplemento Tutty ocupou a função de subeditor. No mesmo cargo atuou no Caderno B do Jornal do Brasil. Além disso, participou do Jornal dos Sports, Folha de S.Paulo, e Lance!.

Fundou com outros jornalistas a primeira revista eletrônica brasileira, a NO., sucedida pelo portal de jornalismo NoMínimo, que entrou no ar em junho de 2002 e foi descontinuado cinco anos depois, em 29 de junho de 2007.

Está diariamente na capa do O Estado de S.Paulo com uma coluna. Aos domingos o jornal também publica os artigos dele no caderno Aliás.

“Jornalista metido a humorista, e vice-versa”, é assim que Tutty se apresenta no blog do estadão. Entre as suas máximas estão: “se for para purificar o rio, Pinheiros, “Não custa nada tentar, né não?” – ironizando o deputado Vicente Cândido, parlamentar petista, que crê na pureza do colega condenado no processo do mensalão; “Jogada: Marina Silva aceita ser vice junto com o Vasco!”; “Ninguém na Papuda cerrou o punho solidário a Vargas”.

Assinou o livro Nem Tutty é Verdade: Crônicas e Calúnias lançado pela editora Nova Fronteira. As colunas no Estadão online tem as ilustrações de pojucan, um artista gráfico e plástico.

 

Atualizado em abril/2014 – Portal dos Jornalistas

tuttyvasques@estadao.com.br

Fontes:

blog.estadao.com.br/blog/tutty/

https://twitter.com/tuttyvasques

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *