Sérgio Xavier Filho

Sérgio Xavier Filho nasceu em 1966, em Porto Alegre (RS).
Queria ser médico, mas logo percebeu que não dava para a coisa, apesar de possuir o pior garrancho da família. Decidiu, então, ser jornalista esportivo. Ofereceram a ele emprego de repórter na editoria de Economia e foi assim que iniciou na profissão, no jornal Diário do Sul (SC).
Passou pelas redações de O Estado de S. Paulo (SP), Agência Dinheiro Vivo e revista IstoÉ. Quando pensou que tinha traçado o seu futuro ? até já aprendera a dar nós de gravata razoavelmente bem feitos ?, em 1995 foi convidado para editar a Placar, a mesma revista com que aprendera a ler.
Vieram as Copas do Mundo, e com elas os convites para fazer comentários na rádio e televisão. Aceitou os da TV Bandeirantes, da ESPN Brasil e da BandNews FM.
Foi ganhando peso, na carreira e na cintura. Decidiu começar a correr, fez novos amigos, ficou empolgado com a ideia de sempre tentar melhorar o desempenho e, quando percebeu que podia fazer tudo isso ao mesmo tempo e divertir-se, não parou mais de correr. E de escrever sobre isso, no BlogCorreria, que mantém na versão online da revista Runner?s World Brasil, alocada no site Abril.com.
É diretor de redação das revistas Placar e Runner?s World Brasil, além de colunista da BandNews FM. É autor do livro 2:43:50 ? Operação Portuga, cinco homens e um recorde a ser batido (Arquipélago, 2010). Seu melhor tempo em maratona foi 3h36min57, obtido em 2008, em Paris.
Atualizado em novembro de 2011.
Fonte: 
Entrevista ao site WordPress ? Jornalismo
Site Arquipelagoeditorial
Site Publifolha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *