Sérgio Quintella

Sérgio Quintella é formado pela Universidade Bandeirante de São Paulo, Uniban, desde 2007.

Começou no jornalismo como estagiário do Grupo Bandeirantes (rádio Bandeirantes, Sulamérica Trânsito), em fevereiro de 2005, período em que também atuou como repórter. Ficou na emissora por quase quatro anos.

Passou ainda pelo site de Milton Neves, além das rádios América e Jovem Pan. Na Pan ficou por pouco tempo, entrou janeiro de 2011 como redator e logo seguiu para a Rádio Estadão.

Em fevereiro de 2011 ingressou como repórter na equipe da Rádio Estadão. Em março de 2015 ficou famoso na internet ao conseguir com exclusividade entrevistar Andreas von Richthofen, irmão de Suzane von Richthofen, condenada pelo assassinato dos pais em 2002. O garoto Andreas ficou órfão dos pais aos 15 anos, assassinados pela irmã, que foi presa. Nunca deu entrevista. Ficou em silêncio por 12 anos. A entrevista “bombou” nas redes sociais. Na 6ª.feira (6/3/2015) data da veiculação da matéria, a expressão ‘Andreas von Richthofen’ foi a segunda mais procurada na internet, empatando com o dia das mulheres e ganhando de ‘Lava Jato, confirmou Quintela”.

Sobre a entrevista exclusiva e o trabalho desenvolvido para conseguir o furo, Sérgio Quintela deu entrevista à jornalista Mariana Ribeiro, do Jornalistas&Cia, logo após a divulgação do furo, em março de 2015: O furo de Sérgio Quintella.

Em 2014, foi o único a conseguir entrevistar Roger Abdelmassih, médico foragido da polícia.

Quintela foi também repórter aéreo da Brazilian Traffic Network, BTN, atividade que acumulou com a jornada diária da Rádio Estadão desde agosto de 2012.

Em outubro de 2015 a Rádio Estadão reduziu a equipe do jornalismo e mudou programação. Entre os profissionais que deixaram a emissora estava Sergio Quintella, profissional com grande história em rádios e no jornalismo brasileiro.

Um mês após deixar a Rádio Estadão – resultado de uma onda de demissões –, Sérgio Quintella começou em novembro de 2015 na equipe de reportagem da Vejinha, em São Paulo. Sobre o novo desafio falou ao J&Cia: -“Depois de ter passado por quase todas as rádios de notícias de São Paulo, aceitei esse desafio para escrever em vez de falar”, disse. “Na verdade, em rádio, a gente também escreve. Então, a transição de um veículo para o outro acabou no primeiro dia. Estou muito contente. Espero fazer muitas coisas legais aqui”.

Em maio de 2016 Quintella segue na Veja São Paulo e também colabora para o blog Últimas de São Paulo – Notícias quentes e bastidores da cidade, na página online da revista.

 

 

Atualizado em maio/2016 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://vejasp.abril.com.br/blogs/cidade/deputado-expulso-de-posse-diz-que-foi-agredido-por-militantes-do-pt/

http://www.portaldosjornalistas.com.br/noticias-conteudo.aspx?id=3478

https://br.linkedin.com/pub/sergio-quintella/51/634/113

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *