Rosenildo Gomes Ferreira

Rosenildo Gomes Ferreira nasceu no Rio de Janeiro (RJ). É jornalista formado pela Universidade Gama Filho (UGF/RJ).
 
Começou a carreira como estagiário do Jornal do Commercio (RJ), na editoria de Economia, em dezembro de 1986. No ano seguinte, foi repórter do jornal Monitor Mercantil (RJ), no qual permaneceu até 1989. Foi repórter freelancer do jornal O Estado de S.Paulo (SP) no Rio de Janeiro e em Brasília, para onde se mudou no início dos anos 1990. Lá trabalhou na rádio Jornal do Brasil (DF), entre 1990 e 1991. No mesmo ano foi para o Correio Braziliense (DF), atuando como repórter especial em Brasília e correspondente em Londres (Inglaterra) – ao longo da carreira, realizou também coberturas internacionais nos Estados Unidos, Alemanha, Tunísia, Marrocos, Argélia, Líbia, África do Sul, Índia, Japão, Chile, Argentina e Holanda.
 
De volta ao Brasil, passou a fazer parte da equipe da sucursal brasiliense do jornal Zero Hora (RS), em janeiro de 1994. Em junho do mesmo ano, porém, migrou para a área de Comunicação Corporativa, voltando à sua cidade natal.
 
A experiência como gerente de Conteúdo na Insight Engenharia de Comunicação durou pouco. Ainda em novembro, mudou-se para São Paulo (SP) convidado para ocupar o posto de editor-assistente do caderno Empresas e Carreiras da Gazeta Mercantil (SP). Dois anos mais tarde foi para a sucursal paulista da Agência JB (RJ), onde trabalhou como coordenador.
 
Em julho de 1998, ingressou na revista IstoÉ Dinheiro (SP), na qual atuou até outubro de 2015, nas funções de editor assistente de Negócios e titular da coluna Sustentabilidade. Permanece, entretanto, vinculado à Editora Três, assinando a coluna quinzenal Empreendedorismo Sustentável no site da revista.
 
Atua voluntariamente em diversas organizações não-governamentais (ONGs), incluindo-se as suas participações pro bono como colunista da revista Afirmativa Plural (SP), comentarista do programa de webtevê Negros em Foco e colunista do portal Afrobrasileiros, todos comandados pela ONG Afrobras.
 
É fundador e lidera o Projeto Colaborativo 1 Papo Reto, plataforma de conteúdo jornalístico destinado ao debate da Sustentabilidade na prática, que reúne universitários, profissionais liberais, empreendedores sociais, trabalhadores de empresas públicas e privadas e microempresários. O portal de internet do projeto entrou no ar em 29 de agosto de 2013 e cobre as áreas de Meio Ambiente, Educação, Negócios, Arte Urbana, Música, Estilo de Vida e Mercado de Trabalho. Além disso, dispõe de um programa de webrádio, apresentado por Carolina Stanice, na Mega Brasil Online (SP), desde agosto de 2016.
 
Foi eleito duas vezes, em 2014 e 2015, um dos +Admirados Jornalistas Brasileiros pelo J&Cia e a Maxpress. No mesmo período, conquistou, em parceria com o chef Maílson da Silva, a Salva de Prata pela melhor reportagem de site de internet no Prêmio São Paulo Capital Mundial da Gastronomia, da Câmara Municipal de São Paulo. A base foi a matéria Balaio de Ideias e Sabores, publicada em 1 Papo Reto. No ano seguinte, a dobradinha com o Maílson rendeu Menção Honrosa no mesmo prêmio, com a reportagem Alimentação Saudável para Todos.
 
Lançou o primeiro livro do selo editorial Bate Papo Livros, do 1 Papo Reto, destinado à publicação de livros-reportagem: Histórias Inspiradoras: Conheça 50 empreendedores sustentáveis que fazem do mundo um lugar melhor, em coedição com a Editora Universidade Zumbi dos Palmares. A base da piblicação foi composta pela história dos personagens que concorreram ao Prêmio Empreendedor Sustentável, promovido pelo projeto.
 
Está no Top 50 do ranking Os +Admirados da Imprensa de Economia, Negócios e Finanças do Brasil 2016, segundo apuração do J&Cia em parceria com a Maxpress.
 
 
Atualizado em novembro/2015 – Portal dos Jornalistas
 
Fontes:
Depoimento pessoal concedido pelo jornalista em 8 de dezembro de 2015

 

Começou a carreira em 1986, como repórter estagiário de Economia do Jornal do Commercio, no Rio de Janeiro (RJ).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *