Ronaldo Solha

RonaldoGreco Solha nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 7de abril de 1952.

O primeiro contato com umaredação jornalística aconteceu quando ainda era estudante de Medicina e precisavaarrumar um emprego noturno para ajudar com os gastos mensais. A vaga que apareceu foi a derevisor no Jornal de Minas. Ali começava a sua carreirajornalística. 

Em 1974, passou a fazer parte da equipe de reportagem do periódico, passando por todas as editorias e chegando a ocupar o cargo de chefe de Reportagem.

Em 1976, se desligou dojornal de Minas e assumiu a função de secretário de Redação no Diário doComércio, onde, pouco tempo depois, foi promovido a editor de Economia e, nasequência, editor de Primeira Página.

Entre 1980 e 1984, atuou naAssociação Comercial e Empresarial de Minas como assessor de Comunicação. Logodepois, assumiu a chefia de Reportagem na sucursal do jornal O Globo em BeloHorizonte.

Em 1986, reassumiu o cargode editor de Primeira Página no Diário do Comércio, onde permaneceu até 1987,quando, então, foi convidado a participar da equipe do jornal Hoje em Dia que,naquela época, iniciava as suas atividades. Lá foi editor de todas as editorias,chegando a ocupar o cargo de editor- chefe.

Nessa época, como o jornal pertenciaao então governador de Minas, Newton Cardoso, também prestou alguns serviços na Assessoria de Comunicação do governo.

Posteriormente, foi assessorpolítico na Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, onde permaneceu duranteoito anos.

Entre 2001 e 2002, atuou naAssessoria de Comunicação da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis).Nessa época, foi agraciado com o Prêmio Aberje 2002, na categoria de MelhorRevista Institucional de Circulação Externa.

Em 2003, trabalhou brevementecomo editor-adjunto de Política no jornal O Tempo, quando, então, foiconvidado a assumir a função de editor do Noticiário Nacional do jornal Estadode Minas.

Durante o período em queficou no periódico, passou por todas as editorias, chegando a ocupar o cargo deeditor de Primeira Página. Nessa época, além dos trabalhos desenvolvidos nojornal, também trabalhava na empresa Mídia.Com, pela qual prestava serviços de consultoria para a Presidência da Caixa Econômica Federalem Brasília.

Ronaldo foi editor dePrimeira Página do jornal Diário do Comércio entre fevereirode 2011 e junho de 2012.

Dentre os trabalhos quemarcaram a carreira, destacam-se: a cobertura do Movimento das Diretas Já, em (1983?1984); e a cobertura que fez quando ainda trabalhava no jornal O Globo damorte de Tancredo Neves. Foi uma cobertura trabalhosa, em que acompanhou o caso desdeos primeiros sintomas da doença até a sua morte (1985).

Nas horas vagas, Ronaldogosta de ler, principalmente os clássicos daliteratura brasileira, e de escrever crônicas e contos.

 

 

Atualizado em junho de 2012- Portal dos Jornalistas

Fonte: Informações fornecidas pelopróprio jornalista.

Jornalistas&Cia Edição 849


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *