Rogério Pacheco Jordão

Rogério Pacheco Jordão nasceu em 1968 na cidade de São Paulo (SP). Em 1999, com o apoio de uma bolsa de estudos oferecida pelo British Council, concluiu curso de pós-graduação em Política Comparada no Departamento de Governo da London School of Economics and Political Science (LSE), em Londres, tendo obtido o título de Master in Science (MsC). Seu tema de doutorado na PUC-RJ, no Depto de Letras, foi sobre o mercado de escravos do Valongo que existiu de meados do século XVIII até 1831, como um lugar de memória, ou seja, de história viva.

Trabalhou na TV Cultura de São Paulo, no Jornal da Tarde e em O Globo (no Rio de Janeiro), com passagens pela TV Futura e pela revista Época.

Foi o autor das primeiras reportagens que denunciaram, em 1996, as operações irregulares com títulos públicos realizadas pela Prefeitura de São Paulo, fatos que deram origem ao “escândalo dos precatórios”. As matérias saíram no Jornal da Tarde.

É autor de Crime (quase) perfeito – Corrupção e lavagem de dinheiro no Brasil. O livro traz entrevistas exclusivas com o delegado Paulo Lacerda (investigou o caso PC), a juíza Denise Frossard (condenou os bicheiros no Rio de Janeiro) e a comerciante Soraia Patrícia da Silva (denunciou a máfia das propinas em São Paulo). A obra lançada em 2000 pela Editora Fundação Perseu Abramo mostra os interesses ligados à corrupção e por que este assunto passou a ter maior visibilidade nos últimos anos. Investiga também como funcionam os esquemas de lavagem de dinheiro, etapa obrigatória para a legalização dos fundos obtidos por meios ilegais. Além disso, discute como se dá a percepção da corrupção por parte da sociedade, buscando compreender se, de fato, a corrupção na política está aumentando e como é possível combatê-la de forma eficaz.

Rogério Pacheco Jordão é sócio-diretor da Fato Pesquisa e Jornalismo e sócio-fundador da organização não-governamental Transparência Brasil, dedicada ao combate à corrupção.

Em julho de 2014 passou a integrar a redação do portal Yahoo com os jornalistas Plinio Fraga e Matheus Pichonelli, num reforço para o time que vai cobrir a eleições para presidência, governos e deputados. Chega com a responsabilidade de acompanhar, como um diário de bordo, a campanha a partir do ponto de vista do eleitor ou das escolhas que ele terá pela frente.

 

 

Atualizado em julho/2014 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://br.linkedin.com/pub/rog%C3%A9rio-pacheco-jord%C3%A3o/2b/471/654

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos/al200820001.htm

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *