Roberto Pinto

Carioca, Roberto Pinto, moraem São Paulo, capital, desde os oito anos. Nasceu no dia 18 de julho de 1950. Comum bom senso de humor, revela que nasceu de parto antecipado, ?porque a D. Eva(já falecida) tinha ido assistir àquela célebre partida Brasil x Uruguai, noMaracanã, no dia 16. Não foi um bom começo, diz, pelo que se pode ver?.

É bacharel em Jornalismo pelaFIAM-SP.  Pós-graduado emMercado de Capitais pela FGV-SP. Começou no Diário de Bauru ? SP, em 1965, aos 15 anos.

Foi repórter ?A? [classificação anterior para o atual repórter especial], de O Globo no Rio e em São Paulo,  entre1968/71 e de1975 até 78. Atuou nos jornais Diário de Lisboa/Portugal, Aqui São Paulo/SP enas revistas Visão, Manchete, Isto É (Brasil), Special e Notre Temps/Bélgica.

Publicou cartuns em OPasquim, Visão, O Globo, Diário de Lisboa e revista Pilote (Bélgica/França).Produziu o programa Momento Econômico na TV Manchete. Foi subeditor da revistaIsto É Senhor e chefiou a sucursal do Relatório Reservado em São Paulo.

Editou as publicaçõesRevista dos Tribunais, ICM Latin News, em três idiomas: inglês, português eespanhol, na Trade News, RedeCard, Rhodia e Nestlé, entre outras.

As premiações começaram a sesuceder em 1982/83, com a Menção honrosa pela publicação da revistaAtualidades Nestlé. Na sequência conquistou sete prêmios nacionais Aberje: em 1983/84,na categoria Melhor Revista Interna, pela publicação Rhodia Atualidades; em 1993,na categoria Jornal Externo, pela publicação Parceria, Credicard; em 1994, nacategoria Inovação, pelo primeiro serviço eletrônico de informaçõesempresariais para a imprensa do país, o Rhodia On Line.

Repetiu a premiação em 1996,na categoria Jornal Externo, pela publicação Parceria, da Redecard. De novo em 2005,ganhou o Prêmio Aberje Brasil e São Paulo 2005, na categoria Jornal Externo,pela publicação Jornal do Educaids e nomesmo ano outra publicação de sua autoria, o jornal Abeaço Notícias, foiclassificado entre os três finalistas. Em 2006, novo prêmio na categoria Campanhade Comunicação Integrada. Foi assessor de Imprensa da Nestlé por quatro anos e da Rhodia durante cinco anos. Atuou como gerente de Comunicação da Bolsa de Mercadorias e Futuros de São Paulo por quatro anos, mais quatro na Abiquim e na Abeaço/Prolata, durante cinco anos.

Como empreendedor, desenvolveu a primeira ferramenta de mensuração e análise qualitativa de imagem na mídia, no final dos anos 70, na equipe do programa Portas Abertas da Rhodia , o TQC e levou a Verbo Comunicação, criada em 1988 a liderar os mercados de publicações empresariais e, depois, à liderança de auditoria de imagem na mídia (IPEM) no Brasil.  À frente da Verbo, coordenou de media intelligence para organizações como GM e Volkswagen, Bradesco e Itaú, HP, Oracle e Xerox, DuPont, Petrobras, Wall Mart, Vivo, entre outras. 

E apesar de não ter se dado bem como jogador de futebol, diz que ganhou nas teclas, que chama de ?pretinhas? a profissão e a vida.

É diretor da Verbo Comunicação Empresarial, empresa do segmento editorial, fundada há 20 anos, que continua na atividade de customizar revistas, material impresso e virtual e editá-los para o mercado. Produtos e serviços adaptados à necessidade do cliente e às especificações empresariais e editoriais.

Mantém blogdorobertopinto (acessoabaixo), com o qual cultiva a interatividade com amigos e colegas de profissão ediscute assuntos relativos a  comunicação, imprensa, marketing, arte, e comoexplica ?um pouco de tudo o que observamos com o nosso olho deformado pelovício da origem?.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *