Renata Falzoni

Renata Falzoni nasceu em São Paulo (SP), no dia 2 de setembro de 1953. É formada em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie (Faum/SP), em 1977.
 
Iniciou a atividade no Jornalismo no final da década de 70, como repórter fotográfica freelancer na imprensa paulistana. Em 1979 começou a trabalhar como repórter fotográfica na Folha de S.Paulo, permanecendo na função até 1985. Durante o período, também frilou para as revistas IstoÉ, Placar, Playboy, Nova e Claudia, entre outras publicações.
 
Na época já havia lançado a Renata Falzoni Produções. Pela produtora, começou a realizar captação de imagens sobre as viagens feitas por bike na área de Esportes de Aventura, sobretudo o montanhismo e o cicloturismo. Em 1986 passou a atuar como bikerrepórter da rádio Eldorado (SP),  percorrendo as ruas da capital paulista para dar informações ao vivo do trânsito caótico, sem parar em lugar nenhum. Ficou na atividade até 2011.
 
Depois, decidida a focar no trabalho de videorrepórter na área de Esportes, principalmente em ação na montanha, realizou vídeos e reportagens para a TV Mix (SP) e a TV Gazeta (SP) e inaugurou a era do formato “abelha” na televisão brasileira: foi a pioneira no Brasil na atividade em que uma pessoa grava, entrevista, conduz as gravações, edita e produz matérias para TV, que posteriormente vão para a web.
 
Em 1995 foi contratada pelo canal Espn Brasil (SP) como consultora e videorrepórter de Aventura, onde se desenvolveu e se especializou em temas esportivos como trekking, espeleologia, escaladas, mountain bikerafting, corrida de aventura e balonismo, entre outros. Em 2003 acumulou as funções no canal com a apresentação do programa Aventuras com Renata Falzoni. A atração é quinzenal e mostra as viagens da jornalista sobre a bike e os desafios das expedições promovidas como ciclista e especialista em esportes da natureza.
 
Durante o ano de 1997 trabalhou como videorrepórter do programa Vem Comigo!, de Goulart de Andrade, na TV Gazeta (SP); em 1998 passou comandar o próprio programa, então mensal, no Canal 21, intitulado As Melhores Aventuras do 21. Este foi o primeiro programa integralmente em formato de videorreportagem da TV brasileira.
 
Paralelamente ao Jornalismo, passou a atuar como ativista do transporte em bicicletas. Em 1989, fundou em São Paulo, junto com um grupo de cicloativistas, o Night Biker's Club do Brasil, do qual passou a ser a diretora. Na entidade, participou da criação do jornal Night Biker's News, que migrou para a web dez anos depois. Entre os anos de 86 e 95, liderou várias expedições de reconhecimento de lugares, como o projeto Cone Sul, uma viagem de 25 mil quilômetros pelo sul do continente, que produziu várias matérias veiculadas na imprensa.
 
Em janeiro de 1998 liderou a comitiva de ciclistas da campanha Bicicleta Brasil, Pedalar é um Direito, que foi de Paraty (RJ) à Brasília (RJ) para falar com o então presidente Fernando Henrique Cardoso sobre o cumprimento do Novo Código de Trânsito Brasileiro. Desde então acumula as atividades jornalísticas com a função de coordenadora de Comunicação do Instituto Pedala Brasil, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que nasceu em São Paulo com a missão de promover a inclusão da mobilidade por bicicleta como meio de transporte de baixo custo, entre outras atividades.
 
Há cerca de dez anos assina o Blog da Renata Falzoni no portal do Estadão, onde relata suas experiências como ciclista e videorrepórter em suas viagens pelo Brasil e no exterior.
 
Em julho de 2012 recebeu a Medalha Anchieta e Diploma de Gratidão da Câmara Municipal de São Paulo, em reconhecimento aos mais de 30 anos de luta pelo espaço e valorização da bicicleta como meio de transporte.
 
 
Atualizado em março de 2013 – Portal dos Jornalistas
Fontes:
Arquivo Jornalistas&Cia
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *