Paulo Henrique Lobato

Paulo Henrique Lobatodos Santos nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 22 de novembro de 1974.Estudou Comunicação Social com ênfase em Jornalismo na Pontifícia UniversidadeCatólica de Minas Gerais (PUC/MG). Também é bacharel em Direito pela FaculdadeEstácio de Sá e possui pós-graduação em Direito do Trabalho e em Produção detexto pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH).

Iniciou a carreira profissional como repórterde economia do jornal Diário do Comércio, onde permaneceu por dois anos. Nessa época, conciliava o seu trabalho no jornal com o de Assessor de Imprensa na empresa Multitexto Comunicação Empresarial. Posteriormente, atuou como repórter da editoria de Política do jornal O Tempo.  

Em 2005, foi convidado a participar daequipe de repórteres do jornal Estado de Minas (EM), onde, inicialmente, fezalgumas substituições na editoria de Política. Na sequência, foi para o cadernode Gerais, onde atuou por cinco anos.

No início de 2011, foi transferido paraa Editoria de Economia, onde permanece como repórter.

Acumula prêmios de destaque nacarreira, tais como: Prêmio Nacional ABCR (Associação Brasileira deConcessionárias de Rodovias) de Jornalismo (2010), com o trabalho ?Atraso eModernidade: as duas faces da BR-381?; 2º Lugar no Prêmio Délio Rocha ?Jornalismo de Interesse Público (2010), com a reportagem ?Máfia dos Flanelinhas?,mérito dividido com a repórter Flávia Ayer, também do Estado de Minas; 1º Lugarno Prêmio CNH de Jornalismo Econômico na categoria Mídia Impressa, com amatéria ?Velho Chico, novos rumos?, uma cobertura em que percorreucinco mil quilômetros da Bacia do Rio São Francisco, da nascente à foz, paramostrar que o chamado Rio da Integração Nacional também é o espelho da economiabrasileira; o Prêmio CORECON- MG (2011), também com a matéria do Rio São Francisco; e o Prêmio CNI de Jornalismo (2012), com a matéria Sertão Grande, que fez ao lado de Luiz Ribeiro.

Além das coberturas que renderam prêmios, o jornalista ainda destaca algumas que marcaram a carreira, como a série de reportagens publicadas em 2009 no EM, que contava as histórias das vítimas do Viaduto Vila Rica, mais conhecido como Viaduto das Almas; e a primeira cobertura internacional realizada no Peru, em 2011, para apurar a morte de dois engenheiros brasileiros.

Paulo Henrique Lobato é um dos finalistas ao Prêmio Essode Informação Econômica, 2012, com LuizRibeiro, com o trabalho SERTÃO GRANDE, publicado no jornal ESTADO DE MINAS.

 

Atualizado em outubro de 2012 – Portal dos Jornalistas

Fonte:

Jornalistas & Cia – Edição de 17/10/2012

 Informações fornecidas pelopróprio jornalista.

Jornalistas&Cia Edição 849

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *