Paulo Cabral

Paulo Cabral, paulista de Santo André, é formado, desde1998, em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Em 2012,completa 35 anos, quando assume como âncora da Bandnews FM.

Nos últimos anos, foi correspondente da BBC News para oBrasil, cobrindo o País em inglês para tevê, rádio e internet. Comocorrespondente da BBC e a cobertura de duas guerras, além da carreira comorepórter e produtor.

Como apresentador e produtor do BBC World Service/BBCBrasil, esteve em Londres (2002/2003), foi correspondente em Washington (2004)e no Cairo (2005-2006).

Antes disso, ainda no Brasil, foi repórter de Economia doJornal de Tarde em 1997, manteve-se na mesma editoria nas sucursais do Rio deJaneiro da Agência Folha, de 1998 a 1999 e do Estadão, entre 2000-2001, além derepórter especial da TV Bandeirantes durante o ano de 2007 a 2008.

Sobre a trajetória no jornalismo conta: “Quando estavaem São Paulo trabalhando no Jornal da Tarde, prestes a ser contratado, recebi aproposta de ir para a TV Bandeirantes, no Rio de Janeiro, ganhando menos dametade do salário que recebia. Fui porque queria ir para a praia. Da mesmaforma aceitei sair de Londres e ir para o Egito. Desde criança tinha o desejo demorar em um lugar esquisito?.

Como um dos melhores e mais prazerosos trabalhos, aponta asérie de reportagens Paulo Cabral no interior do Brasil, um documentário em 40capítulos para a BBC Brasil. Viajando, atravessou o interior do país fazendo acobertura de um Brasil às vésperas das eleições presidenciais de 2002.

Paulo fez a cobertura de duas recentes guerras, no Líbano,em 2006 e Iraque, em 2003. Da guerra do Líbano relembra as cenas de dor edestruição ao acompanhar famílias voltando para o que sobrava de suas casas,quando a guerra terminou. A marca das guerras para ele ?é o cheiro, é um cheirode ruína, uma mistura de pólvora, com esgoto e corpos em decomposição?.

Em agosto 2003, quando ainda era morador de Londres, ondefica a sede da BBC Brasil, como repórter da emissora, empreendeu uma viagempelos rios São Francisco ? que ele chama carinhosamente de Velho Chico e Riodas Velhas – seguindo os passos do explorador Richard Burton quase 150 anosdepois. Em companhia da produtora Tracey Logan, uma jornalista inglesa. Amissão era seguir os rastros do grande explorador do século 19, o capitãoRichard Burton, e contar nossas experiências atuais dessa aventura.

A reportagem se baseou no livro de Burton, que também deunome à reportagem; o título em português de Viagem de Canoa de Sabará ao OceanoAtlântico (no original era Explorations of the Highlands of the Brazil) e quefoi publicado pela última vez em 1977 pela Editora Itatiaia e a Universidade deSão Paulo.

Todas as noites, Paulo preparava o seu diário na internet,ou blog, e o enviava – por telefone via satélite – para a BBC Brasil e para oBBC News Online, o serviço de notícias em inglês na internet. Contavadiariamente o que encontrava no mesmo caminho de Burton.

Como âncora da Bandnews FM, ele começa ainda em 2012, apartir da sede em São Paulo, a missão de editar e ancorar um novo jornal.

Paulo gosta de cantar. Ama a música, é apaixonado pelosamba, se arrisca no pandeiro, mas odeia acordar cedo e não gosta de futebol.

 

 

 

 

Atualizado em novembro/2012 ? Portal dos Jornalistas

 

Fontes:

J&Cia ? Edição 873, de 21 a 27 de novembro de 2012

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/story/2003/08/030815_velhochicoforum.shtml

http://enjor2008.blogspot.com.br/2008/09/paulo-cabral.html

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *