Paula Alzugaray

Paula Alzugaray, paulista, nasceu em São Paulo, no dia 25 de outubro de 1966. Buscou para sua formação academia complementação artística internacional que iriam traçar a uma trajetória profissional principalmente no campo da curadoria de artes.

Entre 1985/88 fez graduação em Artes Plásticas pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), São Paulo.  Complementou com dois cursos de Desenho. Um ministrado pelo artista Carlos Fajardo de1984 a 85, outro com o artista catalão Antoni Llena, em 1991. No mesmo ano e até 92 fez especialização (lato sensu) em História da Arte e da Arquitetura na Escola Técnica Superior d’Arquitectura de Barcelona, Espanha.

Além do curso Oficina de Vídeo, Senac, São Paulo, em 2001, participou de workshops de curadoria com mestres de Bilbao/Espanha e Amsterdam/ Holanda do Norte e em 2003 cursou História da Arte com Rodrigo Naves, em São Paulo.

Formou-se mestre em Comunicação e Estética do Audiovisual, na Escola de Comunicações e Artes da USP, sob orientação do professor Arlindo Machado, com conclusão em 2007; e fez doutorado no Departamento de Comunicação e Semiótica da PUC-SP, formação que complementou com residência no Centre International d’accueil et d’échanges des Récollets, em Paris, em 2012.

Filha de Domingo Alzugaray, fundador da Editora Três, começou a trabalhar na editora em 1992, iniciando a atividade jornalística a partir de Londres, Madri e Barcelona, cidades de onde escreveu resenhas de exposições de arte e matérias de interesse geral para as revistas IstoÉ e Vogue Brasil, até 1994.

Entre 1995/97 trabalhou como repórter da revista IstoÉ, em São Paulo. A partir 1998 passou a editora de cultura da revista IstoÉ Gente, função que manteve até 2001.

Em 2005 dedicou-se em realizar o vídeo-documentário Tinta fresca que recebeu o prêmio Melhor Média-Metragem da 29ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

A partir de 2001passou a colaborar com textos sobre artes visuais para as revistas Bravo!, IstoÉ, IstoÉ Gente, Casa Vogue, Wish, Report, Iguatemi, Número, Canal Contemporâneo e para a seção Em Obras da revista eletrônica Trópico, entre outras publicações.

Em 2006 realiza outro documentário: A cidade Não Te Há de Esquecer, sobre a memória de Noel Rosa, no Rio de Janeiro.

Lançou em 12 de maio a edição número zero da revista Select, fruto do seu projeto como jornalista e crítica de arte, e editora da publicação.  A revista chegou voltada para o jornalismo cultural, com abordagens que abrigam artes visuais, tecnologia, design e o comportamento. Com a curadoria de Paula Alzugaray o jornalismo cultural está presente na revista, comprometida com o século 21 e apostando na convergência entre as artes visuais,

É autora do livro Regina Vater: Quatro Ecologias (Oi Futuro/Fase 3, 2012) e do documentário Shoot Yourself (2012), realizado durante a residência em artes,  em Paris.

Representou o pai Domingos Alzugaray na homenagem como Editor 2011, pelo conjunto da obra, pela ANER, a Associação Nacional de Editores de Revistas. Ao agradecer a homenagem, disse: “É o reconhecimento do trabalho de uma vida inteira, de muita dedicação”.

Entre os projetos curatoriais recentes de Paula Alzugaray incluem-se as exposições, produções de vídeos, apresentação de trabalhos em festivais, entre outros.

 

 

Atualizado em março/2013 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://www.select.art.br/home.html

http://sp-arte.aonde.org/2011/05/paula-alzugaray-lancara-revista-de-arte-e-tecnologia-na-sp-arte-2011/

http://simposiofuturospossiveis.wordpress.com/2012/09/07/paula-alzugaray/

http://www2.sescsp.org.br/sesc/videobrasil/up/arquivos/200703/20070328_120233_CV_PaulaAlzugaray_P.pdf

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *