Nélio Horta

Nélio Horta nasceu no Rio de Janeiro (RJ), em 1963. É formado em jornalismo pela Faculdade da Cidade, hoje UniverCidade (RJ), desde 1994, e é pós-graduando em Produção Executiva e Gestão em TV pela Faap/SP.
Começou a atuar em 1984 como assistente de produção na Rede Globo fluminense, onde foi produtor do Fantástico por 13 anos. No período, além de desenvolver habilidades em diversas áreas, produziu quadros que estão na história do programa. Entre eles, três temporadas de As Garotas do Fantástico, que revelaram modelos como as hoje atrizes Paula Burlamaqui, Gisele Fraga e Luciana Vendramini.
Entre 1995 e 2002, após ser transferido para a TV Globo São Paulo, coordenou a produção do núcleo do programa Fantástico e posteriormente a chefia de pauta do Jornal Nacional e dos telejornais de rede (Bom Dia Brasil, Jornal da Globo e Jornal Hoje). Em 2002 para desenvolver a prática da edição passou a editor de reportagens do SPTV ? 1ª edição.
Em 2004 foi convidado pela TV Bandeirantes (SP) para atuar como chefe geral de Produção do Jornalismo na equipe de Carlos Nascimento; no ano seguinte foi chamado de volta à TV Globo (SP), onde voltou a coordenar a produção dos telejornais de rede. Permaneceu nas funções permaneceu até junho de 2011, quando assumiu a produção de reportagens do núcleo da Copa 2014, para a TV Globo.
Publicou em Portugal o artigo Decisões em Telejornalismo, no livro Decisão ? Percursos e Contextos (Eu Edito, 2012), de Jader da Silva Alves e Arthur Moreira da Silva Neto.
Durante os 27 anos de experiência em televisão, recebeu, junto com a equipe do Jornal Nacional, duas indicações ao The International Emmy Awards: a primeira em 2008, pela cobertura do acidente da TAM; na época, recebeu também, pela mesma cobertura, o Prêmio TV Globo de Jornalismo, nas categorias Edição de Telejornal e Participação de Reportagem. A segunda indicação ao Emmy veio em 2010, pela cobertura do Jornal Nacional ao apagão na rede nacional de energia elétrica. Coordenou também a equipe que recebeu o Prêmio Embratel 2006, na categoria Reportagem em Emissora de TV, pela matéria de Luiz Carlos Azenha e Cristina Angelini que denunciou a venda de tratamentos a base falsas células-tronco exibida no Jornal Nacional.
Atualizado em abril/2012 – Portal dos Jornalistas.
Fontes:
Currículo Nélio Horta 2012, enviado pelo jornalista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *