Natuza Nery

Natuza Nery teve duas passagens pela agência Reuters antes de tornar-se repórter especial do Grupo Folha, em 2010. Na sucursal de Brasília (DF), foi uma das responsáveis pela cobertura do Governo Federal e do Congresso Nacional. No exterior, realizou coberturas como a da indicação de Barack Obama à Casa Branca em 2008 e a do terremoto que devastou o Haiti em 2010.
Em julho de 2013 recebeu o Prêmio CNI de Jornalismo, promovido pela Confederação Nacional das Indústrias, na categoria Impresso em Jornais, com a matéria O Brasil que mais cresce, realizada em equipe pela sucursal de Brasília da Folha de S.Paulo.
Tornou-se colunista do impresso e do site do jornal. Assumiu a editoria da coluna Painel em setembro de 2015, já baseada em São Paulo (SP), realizando um antigo sonho profissional. Desde junho de 2016 vinha atuando também como comentarista pontual do canal GloboNews e como integrante do quadro Meninas do Jô, dentro do programa apresentado por Jô Soares na TV Globo.
Deixou o Grupo Folha e migrou de vez para a GloboNews em fevereiro de 2017, contratada para participar dos programas da casa com comentários políticos e econômicos, sem estar numa atração fixa.