Natália Rangel

 

Natália Rangel nasceu na cidade de Lorena/SP e nasceu no dia 28 de janeiro de 1971. Se formou jornalista pela Pontifícia Universidade Católica de São paulo (PUC-SP) em 1995. Cursou também letras pela Faculdade de Filosofia, Letras, Ciências Sociais e História da USP, concluída em 1998.
 
Começou a carreira estagiando na revista IstoÉ na editoria A Semana. Passou cerca de cinco anos na revista onde atuou em diversas editorias.
 
Segundo a jornalista, “Foi ali que se deu minha verdadeira formação profissional, um aprendizado com todos os seus percalços e também conquistas e entendimento do modus operandi da profissão que havia escolhido. A experiência me preparou para enfrentar o mercado de trabalho com segurança. Sentia-me pronta para encarar qualquer fechamento editorial, não importando tanto a área de atuação. O importante era preservar sempre o compromisso com a informação, produzir matérias, seções, artigos ou editorias claras, bem editadas, visualmente agradáveis e com informações e texto checados exaustivamente. Levei estes ensinamentos comigo e os aperfeiçoei ao longo do tempo, mas o início de tudo foi ali.”
 
Em seguida fez um estágio no jornal espanhol ABC, época em que morava em Madrid. Foi ainda, assessora de imprensa do site CGC Educação e colaborou para o portal de notícias UOL.
 
Em 2001 entrou para a revista Cláudia, da Editora Abril, onde era editora da seção de Variedades, além de participar do fechamento do especial de Natal e colaborar com reportagens na área de saúde. Ainda na Abril, colaborou com matérias para as revistas Superinteressante, Aventuras na História, Pense Leve e Vida Executiva.
 
Produziu reportagens para a revista Diálogos, do Conselho Federal de Psicologia e novamente colaborou com o portal UOL, desta vez na editoria de entretenimento.
 
Em 2003 voltou a IstoÉ. Atuava como repórter mas acumulava outras funções como co-responsável pela pauta, edição e fechamento da editoria de cultura. Permaneceu no veículo até 2010, quando decidiu tocar um projeto de comunicação. No ano seguinte ajudou a fundar o Brasil 247, o primeiro jornal diário para tablets, que hoje já conta com um portal online além de afiliados em diversas capitais.
 
Denise também colaborou com a Revista Brasileiros, em Salvador, com uma reportagem sobre o Festival de Música Erudita de Trancoso/BA, em abril de 2012.
 
No mesmo ano atuou como gerente de comunicação do espaço cultural e restaurante Ciranda Café.
 
Está de volta à São Paulo como repórter freelancer.
 
 
 
 
 
Atualizado em janeiro/2013 – Portal dos Jornalistas
 
Fonte:
 
Informações fornecidas pela jornalista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *