Murillo Camarotto

Murillo Camarotto éformado em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-PUC/SP.

Junto com a colegaJuliana Vettore, Murillo produziu como TCC o documentário SociedadeSecreta, sobre a vida nos manicômios e sobre como as pessoas comtranstorno mental podem ter um caminho de recuperação – ou, ao menos, alívio -pela produção artística. O filme virou tema do programa de treinamento denovos jornalistas da Folha de S.Paulo.

A obra teve aparticipação do cineasta Kayky Avraham, que era usuário do Caps (Centro deAtenção Psicossocial) da rua Itapeva, na região central de São Paulo, ondepassou por tratamento para controlar um quadro de distúrbio bipolar com traçosde esquizofrenia. O profissional registrou cenas dentro do Caps e acabouvirando co-diretor e protagonista do documentário.

Murilo iniciou a carreira jornalística naGazeta Mercantil, como repórter, onde fez matérias sobre assuntos ligados aenergia, biodíesel, combustíveis fósseis e gás, durante o ano de 2005.

Desde 2006 está nojornal Valor Econômico, como repórter de economia e correspondente emRecife/PE, cobrindo as cidades do Nordeste.

Venceu o 6º PrêmioANTF de Jornalismo, na categoria Jornal, pela matéria Obra da Transnordestinaentra nos eixos, publicada em novembro de 2010 no jornal Valor Econômico. Namatéria, Murilo relata o investimento e o andamento da obra da Transnordestina,uma ferrovia de 1.728 quilômetros que ligará os portos de Suape (PE) e Pecém(CE) ao município de Eliseu Martins (PI).

Em 2012, Murilocobriu as eleições municipais da capital pernambucana para o jornal ValorEconômico.

 

 

Atualizado emsetembro/2012 – Portal dos Jornalistas.

Fontes: 

http://www1.folha.uol.com.br/folha/treinamento/novoemfolha47/ult10115u594894.shtml

http://blogdofavre.ig.com.br/2010/11/obra-da-transnordestina-entra-nos-eixos/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *