Luís Antônio Giron

Luís Antônio Giron nasceu em Porto Alegre (RS), e formou-se em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS), na capital gaúcha. Fez mestrado em Musicologia na Universidade de São Paulo (USP), onde também fez doutorado em Artes Cênicas.
A sua vida profissional começou em São Paulo (SP), como crítico na revista Som Três, sob o comando de Maurício Kubrusly. Especializado em música, colaborou na edição das coleções sobre música clássica da Abril Cultural.
Trabalhou nos cadernos de Cultura dos jornais O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e Gazeta Mercantil, além de atuar nas revistas Veja, IstoÉ e Cult. Assinou colunas nos sites AOL e Submarino.
É editor de Cultura da revista Época, colabora com o site Uol e com a revista Bravo!. Tem um programa na rádio Cultura AM/FM, a Voz Popular, que produz e apresenta. Na mesma emissora, é responsável pela coluna Ponto Forte, dentro do programa Atenção, Brasil. Mantém seu próprio blog, o Do Giron, alocado no portal Blogger.
É autor dos livros MPB dos 60 aos 80: Gilberto Gil e Jorge Ben Jor (Folha de S.Paulo/Warner, 1991), Ensaio de Ponto – Recortes carnavalescos por Saturnino Praxedes, ex-funcionário da Companhia Nacional de Burletas & Revistas do Teatro São José (34, 1998), Mário Reis, o Fino do Samba (34, 2001), Minoridade Crítica – A ópera e o teatro nos folhetins da Corte (Ediouro, 2004), Teatro de Gonçalves Dias (Martins Fontes, 2004) e Até Nunca Mais Por Enquanto (Record, 2004).
Atualizado em Maio/2012 – Portal dos Jornalistas
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *