Lucy Kellaway

Lucy Kellaway nasceu em 26 de junho de 1959, em Londres, filha de australianos estudou na escola Camden School for Girls, de formação secundária e graduou-se em Filosofia, Política e Economia (PPE), pela Oxford University, Lady Margaret Thatcher Hall.

Em seus 25 anos no FT, se tornou conhecida por seus comentários satíricos sobre as limitações da cultura corporativa moderna, como colunista da editoria de gestão. Nos últimos 15 anos, sua coluna semanal já zombou dos modismos de gestão e jargões do mundo corporativo e comentou os altos e baixos da vida de escritório.

Antes foi correspondente em Bruxelas, capital da Bélgica para o FT, onde entre outros assuntos entrevistou empresários e celebridades.

É comentarista regular na BBC World Service no programa de negócios diário Business Daily.

A britânica Lucy Kellaway escreve para o jornal Valor Econômico, Brasil, na coluna Banda Executiva, onde comenta, com bom humor, perspicácia e ironia, diversos assuntos relacionados ao mundo corporativo e à vida executiva como a gestão de pessoas, o dia a dia no escritório e os modismos na área de recursos humanos.

Na trajetória na imprensa britânica recebeu, em 2006, o prêmio de colunista do ano pelo British Press Awards, o prêmio Sociedade industrial WorkWord Award que conquistou duas vezes, como melhor comentarista de negócios e Jornalista do Ano, em 2007, além do Prêmio Jovem Jornalista Wincott Financeiro. Em 20 de julho de 2012, ela foi premiada com um doutoramento honoris causa pela Universidade de Essex.

Lucy Kellaway também é autora de livros como Sense and Nonsense in the Office, publicado pela FT Prentice Hall, em 1999; Who Moved My BlackBerry (TM, em 2005) e In Office Hours (2010), publicados pela Penguin. Este último livro ela apresentou em a História da Vida no Escritório para BBC Radio, em uma série de dez programas diários de 15 minutos, em 2013.

No Financial Times está também na edição semanal online de sua coluna 'tia agonia' (do inglês 'agony aunt'), para a qual os leitores são convidados a fazer comentários e perguntas, que serão respondidas pela ‘Dear Lucy’ nas edições da coluna. Os comentários da jornalista podem ainda ser ouvidos em podcast.

Lucy é casada com o jornalista David Goodhart, editor da revista Prospect e irmã da jornalista Kate Kellaway, crítica do jornal The Observer.

 

 

Atualizado em maio/2014 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://www.valor.com.br/carreira/3535662/precisamos-de-novas-desculpas-para-nao-responder-e-mails#ixzz31E0S6MPm

https://twitter.com/lucykellaway

http://en.wikipedia.org/wiki/Lucy_Kellaway

http://uk.linkedin.com/pub/lucy-kellaway/28/46b/426

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *