Leida Reis

LeidaReisnasceu em Patrocínio, Minas Gerais, em 22 de janeiro de 1966. Com 19 anosmudou-se para Belo Horizonte onde cursou Comunicação Social na UniversidadeFederal de Minas Gerais (1988) e fez pós-graduação em Meio Ambiente eDesenvolvimento Sustentável pela Fundação Getúlio Vargas (2006).

O primeiro emprego nojornalismo foi no extinto Jornal de Casa, semanário de Belo Horizonte, passandoem seguida ao Diário do Comércio, como repórter da editoria de política. Em1993, transferiu-se para a editoria de economia e conquistou, em 1994, o prêmioFiat Allis de Jornalismo Econômico com a reportagem ?Minas sob o Risco da Perdade Identidade?, que dez anos depois receberia um troféu de destaque entre asquatro melhores da década de todo o país.

Foi editora de política nomesmo veículo e, em 1998, foi convidada para trabalhar no jornal O Tempo, ondefoi editora-adjunta e depois editora de política, além de assinar uma colunadiária na mesma área. Cobriu a viagem do presidente Lula e comitiva mineira àChina, em 2004. Paralelamente, foi comentarista política na Rádio América eeditou o Jornal Negócios do Sebrae, além de atuar em outros veículos como oJornal Estado de Minas e o Correio de Patrocínio.

Em 2005, foi contratada pelojornal Hoje em Dia e, durante cinco anos, exerceu o cargo de editora do CadernoMinas. Juntamente com repórteres de sua equipe, foi, por duas vezes, finalistado Prêmio Embratel de Jornalismo com as séries: ?Drogas? e ?A favela é do bem?.Dois anos depois, cobriu a viagem de governadores brasileiros à Colômbia.

Em 2011, foi repórterespecial e, com a matéria ?Escola, só com 16 quilômetros de caminhada?, chegouà final do Prêmio CNT. Nesse mesmo ano, também ganhou o segundo lugar do PrêmioDélio Rocha de Jornalismo de Interesse Público com a série “Atingidos porParques”.

Desde setembro de 2011, éeditora de Primeira Página e colunista interina de política do Jornal Hoje emDia. É também conselheira da Associação Brasileira de Imprensa em Minas (Abi).

Leida Reis é autora doromance ?A invenção do crime?, lançado em 2010 pela Editora Record.  No mesmo ano, participou da Bienal do LivroMinas, em debate com a escritora Patrícia Mello. Já teve poemas editados noSuplemento Literário e contos publicados na revista da Academia Mineira deLetras. Fez coberturas também de eventos literários, como a Festa LiteráriaInternacional de Paraty (Flip), em 2010, e a Bienal do Livro Rio, em 2011. Em1991, publicou o livro de contos ?The cães amarelos?.

Seu último livro foi “Quando os bandidos ouvem Villa-Lobos”, lançado em 2012 pela Manduruvá Edições Especiais.

Atualizado em maio/2012 ?Portal dos Jornalistas

Fonte: Informaçõesfornecidas pela própria jornalista.

Jornalistas&Cia – Edição 846

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *