Julliana de Melo

Julliana de Melo Correia e Sá nasceu em Olinda/PE e tem mais de 12 anos de profissão.

Começou a carreira como repórter do NE10, portal de notícias do Jornal do Commercio. Em seguida foi promovida a editora de tecnologia, ciência e sustentabilidade. Está no portal desde o ano 2000.

Em 2012 venceu o Prêmio Jornalistas&Cia/HSBC de Imprensa e Sustentabilidade na categoria Regional 1 com a matéria “Energia – A hora de renovar”. Gustavo Belarmino e Inês Calado também fizeram parte da equipe vencedora.

Na entrevista concedida ao Jornalistas&Cia, ela conta como surgiu a pauta vencedora.

Jornalistas&Cia ? Como surgiu a pauta e como ela foi desenvolvida?

Julliana de Melo ? Foi durante o planejamento para a cobertura da Conferência Rio+20. A ONU, realizadora do evento, já havia declarado 2012 como o Ano Internacional de Energia Sustentável para Todos. E o Nordeste, uma das regiões mais afetadas pelos apagões ocorridos no País, continua dependendo das hidrelétricas e do volume de chuvas ano após ano. A diversificação da matriz energética existe, mas precisa ser ampliada, assim como o conhecimento do potencial de soluções energéticas complementares, como a solar, eólica e biomassa. Durante um mês de produção, a reportagem conheceu iniciativas de empresas e também ações individuais realizadas em Pernambuco e em outros estados nordestinos. O especial Energia: A hora de renovar faz um alerta sobre o uso das fontes de energias renováveis e chama a atenção sobre a necessidade de diversificar cada vez mais a matriz energética do Brasil para acompanhar o desenvolvimento econômico e o crescimento da população. O conteúdo se apresenta de forma ampla e multimídia, com textos, fotos, vídeos, infográficos animados e espaço para interatividade. Em cada página, o internauta pode fazer comentários, conectando-se à rede social de sua preferência. 

J&Cia ? A sustentabilidade tem ampliado seu espaço na imprensa?

Julliana ? Embora o tema sustentabilidade não tenha uma definição clara, sendo entendido e praticado de maneiras diferentes pelo mundo, o interesse das pessoas pelo assunto tem aumentado e, consequentemente, o espaço na imprensa também.


Atualizado em outubro/2012 – `Portal dos Jornalistas

Fonte: Jornalistas&Cia edição 870

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *