Jandir Martins

Jandir Martins nasceu em 29 de junho de 1967 na cidade de Jaciara, no Mato Grosso.

Com 15 anos de idade começou suas atividades na área de comunicação quando foi convidado a trabalhar no Sistema de Som e Publicidades Star, que na década de 80 era a única forma de comunicação de massa que existia em Jaciara.

O Sistema era formado por aproximadamente 150 caixas de som espalhadas pela cidade e fixadas em postes e árvores e de um Studio se transmitia por fios todos os dias uma programação musical, com publicidades e notícias. Na época o sistema foi carinhosamente apelidado pelo povo jaciarense como Voz do Poste ou Voz da árvore. Em 1986 o Sistema de Som foi extinto e Jaciara passou a ter sua primeira emissora: Rádio Xavantes (AM).

Jandir Martins foi o contratado no mesmo dia logo após o teste que aplicado nos moradores que se apresentaram para o cargo.

Em 1988 procurando uma melhor preparação profissional ele se mudou para a cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, onde trabalhou na Rádio Cultura e TV Campo Grande (SBT) que fazem parte do Grupo Correio do Estado.

Logo após passou a trabalhar na Rádio Capital AM do Grupo Radiosul Emissoras Integradas, que na &amamp;eacute;poca de sua instalação era a primeira emissora de rádio do Centro Oeste Brasileiro a operar em Amplitude Modulada (AM) com transmissor stéreo (como se fosse FM). Lá atuou também como repórter do programa O Povo na TV (SBT).

Em Campo Grande Jandir permaneceu por 11 anos, no início da década de 90, enfrentou grandes desafios com a cobertura de uma tentativa de linchamento de duas pessoas acusadas de terem praticado um crime. O caso foi noticiado por Jandir numa transmissão ao vivo na Rádio Cultura, teve repercussão nacional e valeu várias ameaças de morte ao repórter que passou a ter proteção policial determinada pela Secretaria de Segurança Pública.

Permaneceu em Campo Grande até o final do ano de 1999 quando resolveu voltar para sua terra Mato Grosso e foi então contratado pela TV Gazeta (Record) que mais tarde se tornou TV Cidade Record em Rondonópolis onde permanece.

Como repórter e apresentador de TV completou em 2013, 14 anos na emissora. Logo ao chegar na “capital da soja” Jandir se tornou a principal testemunha de uma operação desastrada da Polícia Militar e que teve como saldo trágico a morte a tiros de um adolescente. De novo, o caso foi amplamente noticiado em todo o país.

Em outro episódio gravou a ameaça feita a ele pelo bandido. Aconteceu numa entrevista coletiva, realizada pela Polícia Militar (PM) local, quando os acusados de assalto foram apresentados à imprensa, em março de 2012.

Na TV Cidade Record Jandir exerce a função de Diretor de Jornalismo e “acredita firmemente que a Imprensa é uma das pilastras de sustentação da democracia e da garantia dos direitos individuais do cidadão”. Conforme postou no site da TV Cidade.

 

Atualizado em junho/2013 – Portal dos Jornalistas

Fontes:

http://www.tvcidaderecord.com.br/site/index.php?pg=programa&intProgID=9

https://twitter.com/MartinsJandir

http://www.mirassolmtnews.com.br/index.php

http://portalimprensa.uol.com.br/noticias/brasil/47771/jornalista+da+tv+record+em+mt+e+ameacado+durante+entrevista+coletiva+da+pm

 

 

 

 

Fontes:

http://www.tvcidaderecord.com.br/site/index.php?pg=programa&intProgID=9

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *