Ivan Drummond

Ivan Augusto Santos Drummond nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 08 de maio de 1958.

Filho do jornalista Felipe Drummond, um dos mais importantes repórteres da extinta TV Itacolomi, já aos 13 anos fazia uma pequena coluna de apelidos no Jornal O Debate. Sua tarefa era ligar para as empresas e apurar os apelidos das pessoas para, então, escrever na coluna.

Inicialmente, Ivan não pretendia seguir a carreira do pai. Mas, descobriu seu talento quando, certo dia, ao chegar em casa, um acidente havia acontecido nas redondezas e vários carros do Corpo de Bombeiros estavam por perto. Ivan ligou para o Batalhão para saber o que estava acontecendo e, nisso pegou um pequeno bloco de papel e anotou todas as informações. Quando terminou a ligação, ligou para o Jornal onde o pai trabalhava e falou para pegarem a câmera porque havia notícia para eles. O pai falou para ele ir junto e, chegando lá, entregou à tarefa de apuração ao jovem Ivan. Ao ver o resultado do texto, Felipe Drummond, mostrou ao filho que ele tinha talento para escrever e que deveria investir na carreira.

Alguns anos depois, em 1982, Ivan se formava em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC/MG). Profissão que exerce há quase 33 anos.

O primeiro emprego no jornalismo foi logo após a morte do seu pai, em 1979, quando, no enterro, Camilo Teixeira da Costa (então diretor do Jornal Estado de Minas) ofereceu uma vaga de diagramador no jornal.

Entre 1982 e 1988 Ivan fez a diagramação do Jornal Estado de Minas e do Diário do Comércio.

Em 1989, saiu do Diário do Comércio para atuar como produtor e redator da Rede Minas, onde permaneceu por um ano, voltando para o Diário por mais dois anos. Nessa mesma época, no Jornal Estado de Minas, Ivan ingressava como repórter da editoria de esportes.

Em 1992, conciliava o trabalho no Jornal Estado de Minas (onde, desde 1985, havia se tornado repórter) com a Assessoria de Imprensa da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG).

Dois anos depois, com o aumento da carga horária, Ivan passou a se dedicar exclusivamente ao Jornal.

Atualmente, além de Repórter de Esporte Especializado, é comentarista dos programas Aqui Esportes, do grupo Diários Associados, veiculado na TV Horizonte e, uma vez por mês, do Programa Bola na Área, da Tv Alterosa.

Como repórter de cidades Ivan ganhou dois prêmios Esso de Jornalismo. O primeiro em 1985, com a matéria “Livrai-nos do fogo do inferno”, série que denunciou um grande número de assassinatos dentro das delegacias; e outro em 1987, com a série de reportagens sobre o caso Alan, estofador que conseguiu escapar dos policiais que, supostamente, iam matá-lo. 

Apaixonado por esportes, Ivan Drummond participou de coberturas de grandes eventos como as Olimpíadas, Panamericanos e vários campeonatos mundiais.

O jornalista Ivan Drummond venceu na categoria Reportagem Cultural Nacional do Prêmio Petrobras de Jornalismo com a série de reportagens sobre Hilda Furacão publicada entre 27 e 31 de julho de 2014 do jornal O Estado de Minas. O prêmio foi entregue em maio/2016.

Na matéria Ivan contou a história da menina que virou personagem dos escritos Roberto Drummond. “Era uma obra de ficção?” Essa é a pergunta que ele responde na reportagem vencedora.

O autor da reportagem encontrou Hilda vivendo num asilo em Buenos Aires. Solitária, com 83 anos. Mostrou na matéria que ela mora em uma casa de assistência mantida pelo município portenho. Passa o dia diante da TV, sentada na cadeira de rodas. Nos momentos de lucidez, lembra-se da Praça Sete, do Brasil Palace Hotel, do Cine Brasil e da Igreja de São José. Os tempos da zona boêmia do Hotel Maravilhoso, na Rua Guaicurus, não existem na memória dela. O Minas Tênis Clube, frequentado pela garota do maiô dourado do romance, também não. É quando fala do marido, o jogador de futebol Paulo Valentim, ídolo do Atlético, Botafogo e Boca Juniors, falecido há 30 anos, que vêm as recordações mais felizes: “com o Paulo conheci 25 países”, disse ao repórter.

 

 

Atualizado em junho/2016 – Portal dos Jornalistas/MG

Fontes:

Jornalistas&Cia – Edição 1.053

http://www.agenciapetrobras.com.br/upload/documentos/apresentacao_e531f5cjio.pdf

http://impresso.em.com.br/app/noticia/cadernos/gerais/2016/05/25/interna_gerais,179853/hilda-de-carne-coracao-e-sonhos.shtml

Informações iniciais fornecidas pelo próprio jornalista.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *