Henrique Freitas

Henrique Castro de Freitas nasceu no Rio de Janeiro (RJ), em 4 de abril de 1972. É jornalista formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF), de Niterói (RJ), em 1994. Completou, em 2013, o curso de Gestão da Comunicação da Fundação Getulio Vargas (FGV) e, em 2014, o mestrado em Administração de Negócios em Comunicação Estratégica no Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec), ambos no Rio de Janeiro. É filho do jornalista João Batista Freitas.
 
Iniciou a carreira como estagiário no jornal O Dia (RJ), em 1993. Construiu toda a carreira em jornais e sempre na cidade do Rio de Janeiro. Foi repórter de Geral – de 1994 a 1996 – e repórter de Esporte – entre 1996 e 1997 – do jornal O Globo. Fez parte da equipe que lançou o jornal Extra, no início de 1998. Ficou como subeditor de Esportes até o ano 2000 e sub-editor de Geral do Extra entre 2000 e 2005. Paralelamente, atuou como professor de Planejamento Editorial e Técnicas de Reportagem no curso de graduação em Jornalismo da Universidade Estácio de Sá (RJ), de fevereiro de 2004 a junho de 2005.
 
Começou, em fevereiro de 2005, como editor-executivo do jornal O Dia (RJ), do Grupo Ejesa, onde a partir de janeiro de 2009 tornou-se superintendente de Negócios Digitais. Paralelamente, prosseguiu com a carreira acadêmica, ministrando de janeiro a dezembro de 2010, aulas de Gestão da Comunicação Corporativa em Redes Sociais na Internet para o curso de Pós-Graduação em Comunicação e Marketing da Universidade Cândido Mendes, no campus de Vitória (ES).
 
Em março de 2010, assumiu o cargo de editor-chefe do então recém lançado jornal Meia-Hora, também do Grupo Ejesa, que logo ficou famoso por suas manchetes de duplo sentido. Ocupou o cargo até dezembro de 2012, quando o tabloide impresso deixou de circular, mantendo-se apenas na versão online. Lançou o ebook O Gato da Vizinha (Amazon, 2013), reunindo contos inspirados às vezes pela realidade fantástica, outras pela dura realidade. Passou, em janeiro de 2013, a trabalhar como gerente de Planejamento e Estratégia da Approach Comunicações Integrada, responsável pela criação do núcleo de Marketing Digital da agência. Em setembro do mesmo ano tornou-se sócio-fundador da 502 Digital, empresa voltada para o desenvolvimento de soluções de Comunicação e Tecnologia. Participou, como entrevistado, do documentário Meia Hora e as Manchetes que Viram Manchete, dirigido por Angelo Defanti, lançado durante o Festival de Cinema no Rio 2014. Lançou outro ebook, A Antiescolha (Amazon, 2015), romance sobre como um acidente pode colocar as pessoas frente a frente com o destino.
 
Em fevereiro de 2017, retornou ao cargo de editor-chefe do Meia Hora, contente por voltar a fazer as primeiras-páginas do jornal: “O jornal tem um espírito que foi implementado durante alguns anos que passei à frente dele. Eu falava que é um jornal moleque, como o pessoal fala do futebol moleque do Brasil”, afirmou na ocasião.
 
 
Atualizado em fevereiro de 2017
 
Fontes:
Informações passadas pelo Jornalista em cadastro realizado em 25 de janeiro de 2012
Jornalista&Cia – Edição 875

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *