Francisco de Góis Filho – Chico de Góis

Francisco de Góis Filho – Chico de Góis, jornalista investigativo, é um repórter atento aos centros do poder e da política brasileira, trabalhou como repórter na Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo e atua em Brasília para o jornal O Globo, é setorista do Palácio do Planalto.

É autor de vários livros sobre política, corrupção de políticos, vencedor dos prêmios Embratel, CNT e Folha de reportagem.

Em 2000 lançou Segredos da Máfia, bastidores do escândalo que abalou São Paulo (Editora: Publisher Brasil 2000) a obra é um resumo de histórias que falam do dia-a-dia da cobertura jornalística e das investigações, do estresse dos repórteres e de alguns detalhes que escaparam das notícias publicadas na imprensa.    

Em novembro de 2013 Chico de Góis lançou Os ben$ que os políticos fazem, uma crítica ao patrimônio adquirido de forma, muitas vezes, obscura. Aponta como agem determinados candidatos e conta caso a caso como 10 parlamentares aumentaram, e muito, seu patrimônio durante o exercício do mandato. Ressalta na sinopse que “este grupo é uma pequena mostra de uma gama de políticos que dia a dia enriquecem sem se preocupar muito em prestar contas à Justiça Eleitoral e, o mais importante, aos seus eleitores”. E que “de posse dessas preciosas informações, cabe à sociedade perguntar, cobrar e exigir uma prestação de contas mais clara de seus representantes”.

Em agosto de 2014 a editora Leya lançou Eduardo Campos – Um Perfil (1965-2014). A biografia sobre político morreu em 13 de agosto, foi lançada pouco tempo do desastre que vitimou Campos. Inicialmente a biografia do político era parte do livro O lado B dos candidatos. Reeditada a obra aprofundou as informações e foi reeditada em separado.

Para o Lado B, além das histórias de Dilma e Aécio foi acrescentado o perfil de Marina Silva. No livro os autores – Chico de Gois e Simone Iglesias – traçam o perfil de cada um dos candidatos, destacando o lado menos conhecido deles, sem os recursos dos “marqueteiros” de plantão, sem maquiagens, sem discursos prontos, histórias que o eleitor não vai ver na propaganda eleitoral, nem no horário político. De acordo com a sinopse do livro “A intenção não é transformar cada um deles em pequenos demônios, mas tirar dos três qualquer pretensão de se apresentarem como salvadores da pátria aos olhos dos eleitores”.

Francisco de Góis Filho segue em setembro de 2014 acompanhando os rumos da campanha presidencial para O Globo, direto de Brasília.

 

Atualizado em setembro/2014 – Portal dos Jornalistas

Fontes: 

http://www.leyaeducacao.com.br/leya/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *