Francisco Bosco

Francisco Bosco nasceu no Rio de Janeiro (RJ), em 1976. Filho do cantor e compositor João Bosco e da artista plástica Angela Bosco, é mestre e doutor em Teoria Literária pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (Ufrj), com tese sobre Roland Barthes.
 
Foi colunista da revista Cult entre 2006 e 2010. Foi coordenador da rádio Batuta, do Instituto Moreira Salles, e membro da comissão editorial da revista Serrote.
 
Dentre os seus livros estão Banalogias (Objetiva, 2007) e E livre seja este infortúnio (Azougue, 2010). Sua obra mais recente, Alta ajuda (Foz, 2012), reúne 35 ensaios publicados desde 2010 no jornal O Globo e nas revistas Trip e Cult. Neles o autor compara seus textos a partidas de futebol de salão e reflete com perspicácia sobre o amor, o sexo, a inveja e a insônia, trazendo um olhar filosófico para temas extraídos do dia-a-dia.
 
Publicou também Dorival Caymmi (Publifolha, 2006), Da amizade (7 Letras, 2003) e Antonio Risério (Org., Azougue, 2008).
 
Poeta, letrista, filósofo e escritor, é colunista do jornal O Globo.
 
 
Atualizado em janeiro/2015 – Portal dos Jornalistas
 
Fontes:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *