Fábio Gusmão

Fábio Gusmão nasceu no Rio de Janeiro (RJ). É formado pela Universidade Gama Filho (UGF/RJ).
Iniciou a carreira no jornal O Povo, no Rio de Janeiro, em 1995, ainda como estagiário. Logo depois, lançou um jornal de bairro na Zona Norte da cidade, chamado Interação, que circulou durante de meses. Neste período, trabalhou ainda no jornal O Fluminense, em Niterói (RJ). 
Em 1996, ficou dois anos no jornal A Notícia, veículo impresso popular da capital fluminense. Em 1998, foi contratado pelo jornal Extra, criado naquele ano. No Extra, consolidou a carreira na reportagem policial. Em 2005 assumiu o cargo de editor de Cidade e de Polícia do jornal. Foi responsável pela criação dos blogs Casos de Polícia e, três anos depois, o Repórter 3G, sobre Tecnologia.
Ganhou prêmios de Jornalismo como o Embratel, em equipe, com a reportagem Janela Indiscreta ? A história de d. Vitória, resultado de dois anos acompanhando o movimento do tráfico de drogas da janela de seu apartamento em Copacabana. A mesma matéria deu a Fábio o Esso de Reportagem 2005 e o Tim Lopes de Jornalismo Investigativo, no mesmo ano, além de Menção Honrosa no Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.
Também é escritor, autor do livro Dona Vitória da Paz (Planeta, 2006). Foi ghost writer, juntamente com Ana Maria Bahiana, de Dura na Queda (Objetiva, 2008) autobiografia de Marina Magessi, deputada federal e ex-chefe da Delegacia de Entorpecentes do Estado do Rio de Janeiro. É sócio-fundador da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).
Atualizado em julho/2012 – Portal dos Jornalistas
Fonte:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *